Uma apaixonante e esplendorosa terra, um magnífico povo! Será brilhante seu futuro, construído por todos os que têm Angola no coração, que nela ou na diáspora trabalham e com amor criam suas famílias.
Quarta-feira, 30 de Dezembro de 2020
História do Caraculo...

Os antecedentes históricos:

"No ano de 1940, um funante de Moçâmedes, depois de embriagar três kuvales que terão adormecido pelos efeitos da mistela oferecida pelo português, mandou marcar os seus bois como forma de resgate de dívidas anteriores. Após despertarem, os kuvales seguem no encalço dos seus animais, matam dois criados do português e ficam com a totalidade da manada. O episódio tem o seu desenlace na chegada de dois destacamentos do exército português de cerca de mil soldados e outros tantos auxiliares africanos, além de dois aviões equipados com metralhadoras, mobilizados para pôr fim aos alegados roubos de gado. Entre setembro de 1940 e fevereiro de 1941 dá-se uma autêntica “caça ao kuvale” por toda a faixa semidesértica do Sul de Angola, entre o oceano e a serra da Chela, tendo sido feitos 3500 prisioneiros entre homens, mulheres e crianças, numa população kuvale que não contaria mais de 5000 indivíduos. Além das cenas de violência abjeta durante o cativeiro, incluindo matanças indiscriminadas, 600 homens terão sido enviados para as roças de cacau de São Tomé, outros tantos para a Diamang e para a colónia penitenciária de Damba, e 70 cedidos à Câmara Municipal de Moçâmedes. Quanto aos bois, a maior parte das cerca de 46.000 cabeças de gado apreendidas terá engrossado os rebanhos dos grandes proprietários brancos de Sá da Bandeira. Acusam-se os kuvales de serem ladrões inveterados de gado para no fim se lhes roubar os bois."

As ovelhas karakul, especialmente resistentes às condições semidesérticas, importadas por cientistas alemães do Turquestão para o Sudoeste Africano, eram criadas em extensas propriedades de mais de 5000 hectares delimitadas por arame farpado.

"Após regressar de uma visita de recreio ao Sudoeste Africano em 1944, nessa altura sob controlo da União Sul-Africana, o governador da província da Huíla, o capitão Bustorff Silva, tratou de inquirir junto de Manuel dos Santos Pereira, o veterinário encarregue da estação zootécnica da Humpata na zona do planalto, sobre a possibilidade de reproduzir a experiência alemã do caracul em Angola. Este não tardou em dar uma resposta positiva, indicando o deserto de Moçâmedes – a faixa entre o oceano e o planalto recentemente pacificada após a caça ao kuvale – como a zona mais promissora para o empreendimento, não só pelas suas condições climáticas semelhantes às da estepe semidesértica do Turquestão, como pela total disponibilidade de terrenos."

Assim, foi "O Posto Experimental do Caracul (PEC), fundado em 1948, (...) combinando num mesmo espaço experiências de inseminação artificial de carneiros com outras mais inesperadas de sociabilidade colonial, como a organização de um “bairro indígena”, a reproduzir por toda a região, que imitava uma onganda de kuvales, bem como uma casa-modelo de colono." "O Posto Experimental foi construído com o intuito de se constituir como a materialização primeira de um povoamento branco exemplar, uma espécie de quinta-modelo que deveria ser replicada pelo deserto fora."

caraculo.PNG

caraculo2.PNG

 

(Tiago Saraiva, in etnográfica, fevereiro de 2014 - https://journals.openedition.org/etnografica/3403)


marcadores:

publicado por zé kahango às 19:22
link do post | comentar | favorito

Editor e Redator:
José "Kahango" Frade
marcadores

a nossa gente

a nossa terra

crónica

cultura

editoriais

livros

memórias

o futuro é já hoje

poesia

todas as tags

pesquisar
 
posts recentes

"DESDE ANTES DA SUA CRIAÇ...

por aqui passaram os expl...

Fuba de bombó

Tomás Lima Coelho - as ra...

Lembra-te Angola - nova s...

Sé Catedral

angolanos na exposição co...

Maravilha, com 830 página...

Ora bem...

Censura, Maldade ou Estup...

do "Panorama Missionário"...

"Missão de S. Bento do Ch...

movimentos “reivindicativ...

ainda sobre o silenciamen...

a "expansão pidesca" em A...

"Angola e as Retóricas Co...

A Baixa de Cassanje

Cassange, há 60 anos...

O que Salazar negou a Ang...

O que Salazar negou a Ang...

A "crise do Ensino Superi...

fases do colonialismo no ...

fases do colonialismo no ...

fases do colonialismo no ...

fases do colonialismo no ...

últimos comentários
Obrigado! Abraço.
Suspeito que a capa deste livro tenha ofendido alg...
Recorde-se, como aqui já foi citada, a importante ...
Mesmo assim, em rigor da verdade há motivações opo...
Sim, é precisamente desse artigo que retirei o que...
Este é um assunto que habitualmente dá origem às m...
Este, é um silenciamento voluntário. Por “má memór...
Essa rede de bufos era uma das causas do silêncio ...
Curioso e interessante. Fica registado. Entretanto...
As ficções sobre África (e também sobre os árabes....
Na verdade, não foi apenas aos colonos de Angola q...
Sim, esse é um livro incontornável para quem se in...
Esta reportagem poderá ser utilizada como um convi...
Obrigado, Karipande!
Neste século XXI, o povo Herero tem sido alvo de d...
Neste documentário, que não é etnográfico, são col...
É um local fantástico! Obrigado pela sua visita. V...
Também vivi na Baia dos Tigres até meados de 1974.
Veja-se um estudo detalhado (em espanhol): http://...
Um grande abraço e votos de 2021 na maior
posts mais comentados
24 comentários
8 comentários
7 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
Equipa do blogue
Coordenadora do Conselho Redatorial: Paula Duarte (A-Santa-Que-Me-Atura...) PAINEL DE COLABORADORES: Dionísio Sousa (Cavaleiro dos Contos), "Funka" (Nobre Reporter Permanente), João "Neco" Mangericão (Moçâmedes), Jorge Sá Pinto (Assuntos Arqueológicos), José Silva Pinto (Crónica Quotidiana), Mané Rodrigues (Assuntos Culturais), Paulo Jorge Martins (Fauna Grossa), Ulda Duarte (Linguística da Huíla), Valério Guerra (Poeta Residente).
ligações
arquivos

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Maio 2020

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Junho 2019

Março 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Maio 2017

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Abril 2006

Março 2006

o nosso contacto:
munhozfrade@gmail.com
subscrever feeds
blogs SAPO