Uma apaixonante e esplendorosa terra, um magnífico povo! Será brilhante seu futuro, construído por todos os que têm Angola no coração, que nela ou na diáspora trabalham e com amor criam suas famílias.
Sábado, 31 de Maio de 2008
EDITORIAL

1. Supomos que os nossos visitantes – cerca de uma vintena por dia, no último ano – têm suspeitado quais são as linhas gerais que norteiam a selecção dos temas apresentados neste blogue, tal como o seu “fio condutor”. Não obstante, nestes tempos de louvável questionamento sobre os conteúdos da Internet, importa assumir com o máximo de assertividade o conjunto dos “valores” que nos enformam. Assim, dois anos passados sobre a criação do blogue “Bimbe”, consideramos chegado o momento de aqui tornar expressos os princípios que temos procurado seguir na sua edição.

 
2. Esclareçamos primeiramente, sem margens para dúvidas, que o “Bimbe” é um blogue sobre Angola: sobre a sua esplêndida beleza natural, sobre a sua espectacular diversidade biológica, compondo um ambiente em que o Homem e a Natureza são um só. Queremos ainda sublinhar que o amor que por essa terra nutrem os que a conhecem se deve ainda ao que esse vasto País de África possui de mais valioso: o seu Povo, tanto o que vive em Angola, como o que por vicissitudes várias habita noutras paragens. Consequentemente, neste modesto blogue pretendemos partilhar com os visitantes caminhos de dupla descoberta desse rico património de Angola, o natural e o Histórico-Cultural.
 
3. Em segundo lugar, refira-se que na base da escolha dos destaques noticiosos que vimos dando, tem prevalecido a nossa atitude de expectativa esperançosa, uma espécie de optimismo histórico, postura que julgamos a mais adequada à construção de uma Angola generosa, que proporcione o conforto do seu sofrido Povo. Consideramos fundamental este critério, para que se não julgue que contribuímos para que sejam escamoteadas vergonhas e omitidas críticas, o que configuraria um comportamento de jogo oportunista e de dúbio calculismo. Apenas e simplesmente, o blogue “Bimbe” não tem vocação política. Reservando para a inteligência dos nossos visitantes os juízos valorativos, esperamos contribuir para uma serena formação de opinião sobre factos e eventos que entendemos dar realce. Como instrumento de comunicação que entendemos um blogue deste tipo ser, temos consciência de que os relatos noticiosos devem ser considerados visões parciais e limitadas da verdade.
 
4. Finalizando, queremos dizer que sendo o “Bimbe” produto de quem se considera responsável, aqui damos a cara e o endereço electrónico,  afirmando a nossa abertura a críticas. Será sempre encarado como inestimável contribuição o apontar erros e insuficiências, que sinceramente nos esforçaremos para corrigir. Algumas dificuldades de ordem técnica que têm surgido se podem primeiramente atribuir ao “autodidatismo” do seu criador e ainda, secundariamente, a limitações porventura inerentes ao tipo de suporte informático utilizado. Apesar desses contextos, alguns melhoramentos gráficos foram recentemente implementados. Com a irregularidade resultante da escassa margem que a luta diária pela manutenção material nos deixa para actividades que verdadeiramente nos motivem a alma, o “Bimbe” continuará e – estamos certos – evoluirá, visando ser de proveito a todos os que se interessam pela terra angolana e pelas suas gentes.
 
 
José (Kahango) Frade

marcadores:

publicado por zé kahango às 10:20
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De Valério Guerra a 1 de Junho de 2008 às 23:17
Puxa, "Camarada" Companheiro, pareces o José António Saraiva, melhor ainda, o Raúl Rêgo a botar Editorial.
Apre, que fiquei à toa com a tal de "assertividade" e com os sacanas dos «"valores" que vos enformam».
O que gostei mesmo, mas mesmo mesmo, é desse plural da coisa. Chiça, meu, assim não dá para te ler: é "demuito" para a minha cachimónia.

Gostei. Ainda gostei mais porque está "de Director". A gente lê e comenta só com nossos botões - esse muadiê fala "discursivo".

As papaias amaduram só com a pressa de ser comidas.

FELICITAÇÕES.

Ué! Não é mais bonito que Parabéns?

Valério


De zé kahango a 2 de Junho de 2008 às 20:58
Meu Querido Amigo, apenas fiz um ponto da situação, aproveitando para esclarecer algumas questões...

Um grande abraço!


Comentar post

Editor e Redator:
José "Kahango" Frade
marcadores

a nossa gente

a nossa terra

crónica

cultura

editoriais

livros

memórias

o futuro é já hoje

poesia

todas as tags

pesquisar
 
posts recentes

Para breve, a história qu...

"DESDE ANTES DA SUA CRIAÇ...

por aqui passaram os expl...

Fuba de bombó

Tomás Lima Coelho - as ra...

Lembra-te Angola - nova s...

Sé Catedral

angolanos na exposição co...

Maravilha, com 830 página...

Ora bem...

Censura, Maldade ou Estup...

do "Panorama Missionário"...

"Missão de S. Bento do Ch...

movimentos “reivindicativ...

ainda sobre o silenciamen...

a "expansão pidesca" em A...

"Angola e as Retóricas Co...

A Baixa de Cassanje

Cassange, há 60 anos...

O que Salazar negou a Ang...

O que Salazar negou a Ang...

A "crise do Ensino Superi...

fases do colonialismo no ...

fases do colonialismo no ...

fases do colonialismo no ...

últimos comentários
Obrigado! Abraço.
Suspeito que a capa deste livro tenha ofendido alg...
Recorde-se, como aqui já foi citada, a importante ...
Mesmo assim, em rigor da verdade há motivações opo...
Sim, é precisamente desse artigo que retirei o que...
Este é um assunto que habitualmente dá origem às m...
Este, é um silenciamento voluntário. Por “má memór...
Essa rede de bufos era uma das causas do silêncio ...
Curioso e interessante. Fica registado. Entretanto...
As ficções sobre África (e também sobre os árabes....
Na verdade, não foi apenas aos colonos de Angola q...
Sim, esse é um livro incontornável para quem se in...
Esta reportagem poderá ser utilizada como um convi...
Obrigado, Karipande!
Neste século XXI, o povo Herero tem sido alvo de d...
Neste documentário, que não é etnográfico, são col...
É um local fantástico! Obrigado pela sua visita. V...
Também vivi na Baia dos Tigres até meados de 1974.
Veja-se um estudo detalhado (em espanhol): http://...
Um grande abraço e votos de 2021 na maior
posts mais comentados
24 comentários
8 comentários
7 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
Equipa do blogue
Coordenadora do Conselho Redatorial: Paula Duarte (A-Santa-Que-Me-Atura...) PAINEL DE COLABORADORES: Dionísio Sousa (Cavaleiro dos Contos), "Funka" (Nobre Reporter Permanente), João "Neco" Mangericão (Moçâmedes), Jorge Sá Pinto (Assuntos Arqueológicos), José Silva Pinto (Crónica Quotidiana), Mané Rodrigues (Assuntos Culturais), Paulo Jorge Martins (Fauna Grossa), Ulda Duarte (Linguística da Huíla), Valério Guerra (Poeta Residente).
ligações
arquivos

Junho 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Maio 2020

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Junho 2019

Março 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Maio 2017

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Abril 2006

Março 2006

o nosso contacto:
munhozfrade@gmail.com
subscrever feeds
blogs SAPO