Uma apaixonante e esplendorosa terra, um magnífico povo! Será brilhante seu futuro, construído por todos os que têm Angola no coração, que nela ou na diáspora trabalham e com amor criam suas famílias.
Quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2013
Crónica do Tonspi

Se há uma coisa que me faz cócegas e me tira toda a vontade de sair à noite é aquela pseudo-triagem que se faz à entrada dos estabelecimentos da nossa praça. Não só das discotecas mas tb dos ditos restaurantes...

Ora dizem-me que Luanda tem cerca de 6 a 8 milhões de alminhas (logo é uma cidade grandinha) que mereciam, no mínimo, ter mais oferta, mais opções onde ir dar um passinho de dança, ter uma conversa ao som de uma boa musiquinha ou mesmo jantar. Chegando os dedos de uma mão para contar os tais locais de diversão disponíveis é inevitável que o PPL mais folião desembarque em massa à porta dos ditos, dos mesmos sitios portanto. Uns porque não têm mais para fazer, outros porque gostam de secar horas à porta de um determinado local que lhes disseram ser muito "in" e outros ainda que vão onde os amigos os levam.

Entrar nestes recintos pode ser por vezes uma luta e tarefa que só os mais estóicos são capazes de suportar. Lá dentro a coisa tb não deixa de ser caricata. Há a zona da plebe e as tão engraçadas e dispendiosas zonas VIP. É nestes aquários que nadam os mais afortunados, os "posso" da banda.

Mas não é para fazer considerações sobre a noite de Luanda que me dispus a rabiscar estas linhas. Apesar de recusar muitas xs convites para sair, um houve, que por muitas voltas dadas, fui forçado a aceitar. O da minha querida amiga Lelinha Botoxada que durante quase um mês me azucrinou a mioleira com sms e telefonemas até que eu lhe dissesse que sim. Tinha ela acabado de chegar do “Brasiu” onde tinha feito um Valente upgrade e ainda não tinha ido à noite para se fazer notar e quem sabe mesmo, cobiçar, até porque a nossa noite é tb famosa pelo número imenso dos “vou-te dar” e depois não dão coisa nenhuma e de muita gente com vistas bem grossas…

No dia aprazado e à hora combinada estacionei o bote em frente ao prédio dela e dispus-me a esperar que a Lelinha desse à costa. Desde praticamente as 5 da tarde desse dia que o meu telefone estava a ser inundado com mensagens do tipo estou no cabeleireiro... faço as unhas de que cor? uso saia ou visto umas calças? jantamos onde? não é melhor reservar mesa? senti a minha amiga empolgadíssima e isso não era prenuncio de uma noite tranquila.

15 minutos depois da hora marcada eis que aparece a Lelinha Botoxada no horizonte... vestida como se fosse para uma cerimónia de entrega dos óscares, cabelos ao vento, mas... e aí fiquei com dúvidas. Nos pés umas havaianas que contrastavam com o resto do conjunto, numa mão uma daquelas malinhas que não servem para nada porque não cabe lá nada e na outra um saco desportivo da Adidas...

Por discrição não lhe perguntei o porquê do saco da Adidas e secretamente até fiquei muito feliz porque com as havaianas ficaríamos práticamente ao mesmo nível e assim não teria que passar o tempo todo em bico de pés a berrar-lhe ao ouvido quando tivesse que falar com ela. A minha alegria durou pouco, melhor, acabou quando depois de estacionado o bote junto ao restaurante onde supostamente deveríamos jantar, ela me pede 2 minutos para proceder à troca de calçado. Do saco Adidas saíram uma coisas que até pareciam sapatos mas afinal eram andas… altíssimas que só por milagre ou puro desprezo pelas leis da gravidade alguém no seu perfeito juízo ousaria pisar.

Os vinte e tantos cms de paltaforma estavam agora nos pés da Lelinha Botoxada e agora tb começava a verdadeira odisseia de a fazer chegar à mesa sem uns valentes malhos à mistura. Ela gemia enquanto tentava equilibrar-se e chegar até à mesa foi um verdadeiro festival acrobático que a certa altura roçou o ridículo e que demorou uns bons 20 minutos para fazermos os pouco mais de 50 metros que nos separavam do jantar…

Escusado será dizer que a Lelinha do alto dos seus agora quase 2 metros de altura, no seu passo trôpego, inseguro e sem dobrar o joelho foi alvo de todas as atenções do ppl que estava no recinto, quer por parte dos marmanjões armados em galadores de meia tijela mas tb e sobretudo por parte do outro mulherio que como ela, tb estava sobre andas… e rezava aos céus para não terem que andar nem mais um metro.

Entretanto, enchi-me de coragem e disparei… Lelinha Botoxada, diz-me lá então porque andas tu em cima desses andaimes se sabes que não consegues equilibrar-te? Olhou para mim a sorrir e perguntou-me se eu sabia quanto custavam os andaimes que tinha calçado e de seguida rematou… se são caros, se estão na moda e todas as minhas amigas usam então eu também quero… Jantei a triplicar já a adivinhar a proeza que seria levá-la dali até à discoteca onde parece a Lelinha Botoxada fazia questão de passar a noite encostada ao balcão para não ter que aterrar de emergencia num momento de distração…


marcadores: ,

publicado por zé kahango às 00:16
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Editor e Redator:
José "Kahango" Frade
marcadores

a nossa gente

a nossa terra

crónica

cultura

editoriais

livros

memórias

o futuro é já hoje

poesia

todas as tags

pesquisar
 
posts recentes

"DESDE ANTES DA SUA CRIAÇ...

por aqui passaram os expl...

Fuba de bombó

Tomás Lima Coelho - as ra...

Lembra-te Angola - nova s...

Sé Catedral

angolanos na exposição co...

Maravilha, com 830 página...

Ora bem...

Censura, Maldade ou Estup...

do "Panorama Missionário"...

"Missão de S. Bento do Ch...

movimentos “reivindicativ...

ainda sobre o silenciamen...

a "expansão pidesca" em A...

"Angola e as Retóricas Co...

A Baixa de Cassanje

Cassange, há 60 anos...

O que Salazar negou a Ang...

O que Salazar negou a Ang...

A "crise do Ensino Superi...

fases do colonialismo no ...

fases do colonialismo no ...

fases do colonialismo no ...

fases do colonialismo no ...

últimos comentários
Obrigado! Abraço.
Suspeito que a capa deste livro tenha ofendido alg...
Recorde-se, como aqui já foi citada, a importante ...
Mesmo assim, em rigor da verdade há motivações opo...
Sim, é precisamente desse artigo que retirei o que...
Este é um assunto que habitualmente dá origem às m...
Este, é um silenciamento voluntário. Por “má memór...
Essa rede de bufos era uma das causas do silêncio ...
Curioso e interessante. Fica registado. Entretanto...
As ficções sobre África (e também sobre os árabes....
Na verdade, não foi apenas aos colonos de Angola q...
Sim, esse é um livro incontornável para quem se in...
Esta reportagem poderá ser utilizada como um convi...
Obrigado, Karipande!
Neste século XXI, o povo Herero tem sido alvo de d...
Neste documentário, que não é etnográfico, são col...
É um local fantástico! Obrigado pela sua visita. V...
Também vivi na Baia dos Tigres até meados de 1974.
Veja-se um estudo detalhado (em espanhol): http://...
Um grande abraço e votos de 2021 na maior
posts mais comentados
24 comentários
8 comentários
7 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
Equipa do blogue
Coordenadora do Conselho Redatorial: Paula Duarte (A-Santa-Que-Me-Atura...) PAINEL DE COLABORADORES: Dionísio Sousa (Cavaleiro dos Contos), "Funka" (Nobre Reporter Permanente), João "Neco" Mangericão (Moçâmedes), Jorge Sá Pinto (Assuntos Arqueológicos), José Silva Pinto (Crónica Quotidiana), Mané Rodrigues (Assuntos Culturais), Paulo Jorge Martins (Fauna Grossa), Ulda Duarte (Linguística da Huíla), Valério Guerra (Poeta Residente).
ligações
arquivos

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Maio 2020

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Junho 2019

Março 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Maio 2017

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Abril 2006

Março 2006

o nosso contacto:
munhozfrade@gmail.com
subscrever feeds
blogs SAPO