Uma apaixonante e esplendorosa terra, um magnífico povo! Será brilhante seu futuro, construído por todos os que têm Angola no coração, que nela ou na diáspora trabalham e com amor criam suas famílias.
Terça-feira, 7 de Julho de 2009
petróleo versus agricultura?

O petróleo tem sido o maior inimigo da agricultura em Angola, disse à Agência Lusa o engenheiro agrônomo angolano Fernando Pacheco, que defende uma economia diversificada para o país, onde a agricultura tenha mais peso.

Em entrevista por telefone, Pacheco fez um retrato pouco animador da agricultura angolana, criticou a falta de atenção dos sucessivos Governos à problemática rural e lamentou que, em 2002, no fim da guerra civil, a agricultura tenha começado quase do zero." Costumo dizer que o petróleo tem sido o maior inimigo da agricultura angolana. Quase tanto como a guerra e em algumas situações ainda mais do que a guerra", afirmou à Lusa, considerando que se tivesse havido um maior interesse do poder pelas áreas rurais, a movimentação da guerrilha nunca teria sido tão facilitada, nem a sua atuação tão duradoura. "Lembro-me que no período anterior à independência de Angola (11 de novembro de 1975), o Governo português defendeu com algum êxito estratégias que tornaram mais difícil o trabalho da guerrilha (nacionalista), nomeadamente no Planalto Central, onde as condições de vida melhoraram substancialmente", lembrou. Fernando Pacheco, que até há pouco tempo dirigiu a organização não governamental angolana Adra (Ação para o Desenvolvimento Rural e Ambiente), disse que a queda do preço do petróleo no mercado internacional, no início deste ano, levou o Governo a disponibilizar uma linha de fundos de garantia para financiamento à agricultura no valor de US$ 350 milhões. "Este é um indicador importante para saber que o interesse pela agricultura é maior. O Governo debate mais esta temática, os jornais escrevem mais sobre o assunto e até eu sou mais entrevistado", brincou, apontando ainda a criação de escolas médias para a formação de técnicos agrícolas, imprescindíveis para o arranque da agricultura e melhorar o conhecimento dos solos, no sentido rentabilizá-los.
Numa análise que coincide com as observações de Fernando Pacheco, que agora faz consultoria para departamentos governamentais e organizações internacionais, o agrônomo e veterinário angolano António Russo, sintetizou numa única palavra - acesso - tudo o que falta para relançar a agricultura em Angola. Russo defendeu para Angola, ao lado de uma agricultura empresarial em grandes áreas, o desenvolvimento das empresas familiares, que serão o suporte para alimentar as populações. "Acho que não vale a pena falar a curto prazo. A média de disponibilidade de cereais na África Austral está à volta de 150 quilogramas anuais por pessoa. (...) Para a atingirmos, precisamos de quase três milhões de toneladas de milho, cinco vezes mais do que produzimos em 1974, ainda no período colonial, mais ou menos o que ainda agora produzimos. São números muito grandes e não dá para termos uma solução a curto prazo", esclareceu. "A curto prazo, vamos avançando com alguns projetos. São bases de aprendizagem, experiências que mais tarde tentaremos generalizar pelo país fora".
Por Natal Vaz, da Agência Lusa (in Angola24horas.com)


publicado por zé kahango às 01:59
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Editor e Redator:
José "Kahango" Frade
marcadores

a nossa gente

a nossa terra

crónica

cultura

editoriais

livros

memórias

o futuro é já hoje

poesia

todas as tags

pesquisar
 
posts recentes

Sob a tutela da rósea mon...

O Futuro começa hoje...

Colar Himba

Cunene entre rochas

Ruacaná

Turaco

Esquilo na múcua

na Fenda do Bimbe

da Tundavala

Tchimboto

Defesa da ecologia - Kumb...

uma solução imaginativa

Faculdade de Medicina do ...

Um novo arranque

Reencontro

de Bimbe para Angola Prof...

reunindo...

tranquilidade...

Cubango

rio Cuito

atividade da AAPAN em 201...

mama Himba

Prémio de Mérito

em plena corrida

um par bicudo

últimos comentários
Espiar un celular nunca habia sido tan facil con S...
Olá Que lindas!
[url=https://www.informativoangolano.com]Club k an...
E o Rio Cubal desagua em Moçâmedes na provincia do...
E uma rã de especie rara e possivelmente so encont...
Gostei muito de ler os vossos post, realmente quan...
Nosso pais com tantas maravilhas Noticias de angol...
Caro Carlos: Estive a apreciar a sua página, que o...
Gostei muito da materia quem dera um dia publicar ...
Gostei muito da materia quem dera um dia publicar ...
Alguns botânicos suspeitam que na peculiaridade da...
Ah ah ah! Bem visto! Por vezes a erudição vem acom...
Muito obrigado pela contribuição! Incluirei o link...
Então o jornal Cultura publica uma fotografia de u...
Ah, desculpe, pensei que fosse um desafio... Eu ta...
Também me parece, mas gostava de saber como se cha...
É uma pequena rã com as patas encolhidas, vista de...
Agradeço, mas o mérito não é meu. Como pode ver pe...
Boa tarde.Li e gostei deste excelente texto. Melho...
Não esquecer ainda o Parque Nacional do Bicuar...
posts mais comentados
24 comentários
10 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
Equipa do blogue
Coordenadora do Conselho Redatorial: Paula Duarte (A-Santa-Que-Me-Atura...) PAINEL DE COLABORADORES: Dionísio Sousa (Cavaleiro dos Contos), "Funka" (Nobre Reporter Permanente), João "Neco" Mangericão (Moçâmedes), Jorge Sá Pinto (Assuntos Arqueológicos), José Silva Pinto (Crónica Quotidiana), Mané Rodrigues (Assuntos Culturais), Paulo Jorge Martins (Fauna Grossa), Ulda Duarte (Linguística da Huíla), Valério Guerra (Poeta Residente).
ligações
arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Junho 2019

Março 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Maio 2017

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Abril 2006

Março 2006

o nosso contacto:
munhozfrade@gmail.com
subscrever feeds
blogs SAPO