Uma apaixonante e esplendorosa terra, um magnífico povo! Será brilhante seu futuro, construído por todos os que têm Angola no coração, que nela ou na diáspora trabalham e com amor criam suas famílias.
Sexta-feira, 27 de Março de 2009
anda, mano!

dsc00054


marcadores:

publicado por zé kahango às 23:55
link do post | comentar | favorito

Lubango: Estádio abençoado

 

Um ano depois do início das obras, o estádio do Lubango está quase concluído.

Os dois anéis já estão terminados e a empresa chinesa trabalha agora nos acabamentos, como o revestimento das paredes.

Segundo o engenheiro Egídio, responsável pela fiscalização, o empreiteiro trabalha simultaneamente na canalização e na conclusão de algumas alvenarias que não puderam ser feitas antes, porque a parede apresentava-se fresca.

Este trabalho devia começar apenas em Abril, mas devido ao avanço que a obra apresenta, está a ser antecipado.

Em Abril, começa a ser preparado o terreno para posterior colocação do relvado. .

Com este avanço esperava-se a entrega da obra antecipadamente, mas o engenheiro Egídio recusase entrar em euforias, porque “o trabalho de acabamentos requer muito tempo e não pretendemos criar expectativas elevadas, antecipando a data de entrega da obra.

Há pormenores que requerem muito tempo, por isso, vamos aproveitar o avanço de 45 dias para trabalhar com toda a calma”.

O Estádio do Lubango fica situado na Nossa Senhora de Monte, um lugar privilegiado, pois constitui um dos cartazes turísticos da cidade.

É um lugar quase sagrado para os cristãos católicos e de muito respeito para os cidadãos da Huíla, de um modo geral. A par com a Serra da Leba, forma um dos principais pontos turísticos desta cidade, cujo clima é quase sempre frio, o que favorece a prática do futebol, sendo por isso uma das mais desejadas sedes, para qualquer selecção que reune jogadores a actuar na Europa.

Para treinos, a cidade do Lubango terá três campos à disposição, nomeadamente o Estádio do Ferroviário, o do Benfica e o da Nossa Senhora do Monte. Estes campos beneficiam de obras de reabilitação, pelo que a formação do Desportivo da Huíla, a única no Campeonato Nacional de Futebol, vai adoptar Huambo como a sua casa para os jogos do Girabola, enquanto decorrem as obras de melhoria nestes recintos.

 
por Teixeira Cândido, in O País online

 



publicado por zé kahango às 23:51
link do post | comentar | favorito

purpurina?

(foto de Tonspi)


marcadores:

publicado por zé kahango às 11:37
link do post | comentar | favorito

“O Espaço, o Homem e a Cultura”

A última temporada de actividades artísticas e culturais no espaço Elinga, na baixa de Luanda, começou ontem, com a inauguração de uma exposição multimédia sob o tema “O Espaço, o Homem e a Cultura”.
Os vinte anos de actividade que tornaram o Eliga num dos mais importantes espaços de promoção artística do país vão ser recordados com exposições de artes plásticas e espectáculos de teatro e dança, expressões que eram frequentemente desenvolvidas naquele recinto.
Organizada pelo Movimento X, que, desde Outubro do ano passado, tem promovido, semanalmente, sessões culturais no Elinga, a exposição colectiva tem a participação dos artistas plásticos António Ole, Paulo Kapela, Paulo Jazz, Lino Damião, Nelo Teixeira, Tó Simões, Wuara, Metri e Puto Luis.
A Companhia de Dança “Dançarte” e o grupo Elinga Teatro, principais intervenientes no movimento artístico realizado naquela casa, vão contribuir, também, para a jornada com a apresentação de textos, fotografias e adereços que constituem parte da história do espaço.
A gestora cultural do “Movimento X”, Iracelma de Almeida, explicou que o tema da exposição “O Espaço, o Homem e a Cultura” “deve-se à relação que o Elinga sempre teve com o ser humano e, particularmente, o contributo que deu à promoção da cultura, quer angolana, quer a de outros países”.
Iracelma de Almeida disse tratar-se de um momento ímpar para a história do Elinga, o que leva a organização do evento oferecer um cocktail no decorrer da mostra. “Para nós, é uma honra organizar as últimas actividades desta casa de arte e cultura tão importante para a dinâmica artística da capital do país”, considerou a gestora.
A homenagem, que se estende até amanhã, tem como atractivo um concerto ao vivo, amanhã,com Paulo Flores como convidado especial, num palco partilhado com o actor e músico Nástio Mosquito e o cantor MCK.
Para encerrar a temporada de adeus ao Elinga Teatro, o Movimento X prepara, para a noite de sábado, um espectáculo de fogo de artifício, seguido de um concerto ao vivo de Kizua Gorgel e amigos, seguindo-se a actuação de DJs, cumprindo as sessões de música electrónica nas noites temáticas “Elinga DJ Sessions”.

 


marcadores:

publicado por zé kahango às 11:33
link do post | comentar | favorito

de Lucapa...

20090308_Lucapa - 007


marcadores:

publicado por zé kahango às 11:32
link do post | comentar | favorito

estreia literária

  Angop
Leitor português aprecia obra de Carlos Pedro
 

Pegadas do Passado” é a primeira obra literária  do escritor angolano Carlos Pedro lançada em Lisboa, na Primeira Mostra de Jovens Criadores da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). 

O livro, editado pela União dos Escritores Angolanos (UEA) e contendo 28 poemas, segundo o escritor, que falava à Angop, retrata as vivências do quotidiano,  como uma forma de trazer à tona todos os problemas de um passado, mais antigo e mais presente, e reflectir sobre os mesmos.

Nesta obra, de 30 páginas e uma tiragem de 500 exemplares, procuro falar de questões que têm a ver com a solidariedade humana, delinquência juvenil, violência doméstica, desintegração das famílias, a nostalgia e  o sonho, temas muito sensíveis na sociedade mundial”, referiu.

Para Carlos Pedro, "o mundo está em franco desenvolvimento e há determinadas falhas que o homem tem de deixar de as cometer e caminhar-se assim para o progresso de todos. No poema "Universo sôfrego” falo da necessidade que há em as pessoas serem cada vez mais solidárias com os mais necessitados”. 

O escritor expressou a sua satisfação pelo facto de ter conseguido lançar a sua primeira obra e contribuir assim para o apetrechamento da biblioteca cultural angolana.

Carlos Pedro, nascido a um de Outubro de 1983, em Luanda, informou que pretende  lançar este livro em Angola no mês de Abril.


marcadores:

publicado por zé kahango às 11:28
link do post | comentar | favorito

nossas crianças...

DSCN5039


marcadores:

publicado por zé kahango às 11:26
link do post | comentar | favorito

formação em Ensino Especial

Professores provenientes de 14 escolas de ensino especial da cidade do Lubango, província da Huíla, participam desde terça-feira num seminário sobre “Formação e Reinserção em Educação Inclusiva”.
O seminário foi promovido pela Direcção Provincial da Educação, em parceria com a organização não governamental Handicap.
Foram debatidos temas como a evolução histórica das deficiências (intelectual, auditiva, motora e visual), metodologia de trabalho nas disciplinas básicas, a língua gestual, metodologia de trabalho nas disciplinas básicas e respectiva avaliação. Luís Cambinda, inspector da Direcção Provincial da Educação na Huíla, disse que há um elevado número de alunos com necessidades educativas especiais sem atendimento.
O seminário é uma mais valia na medida em que dotou os professores de ferramentas capazes de reduzir os múltiplos problemas que ainda se registam na área, pois a educação constitui uma necessidade básica para que o indivíduo tenha uma inserção prestável na sociedade.
Alertou aos professores participantes no encontro, para a necessidade de um método de ensino específico, claro e eficaz, porque os deficientes são um grupo de particular vulnerabilidade.
“Estamos convictos de que com os temas abordados nesta acção formativa, os professores das escolas do ensino especial da cidade do Lubango vão sair munidos de ferramentas capazes para uma educação inclusiva mais forte”, afirmou.
Ana Maria, representante da Handicap na Huíla, o acesso à educação e à saúde não deve sofrer qualquer alteração por motivo de deficiência. “Cada um deve ter a oportunidade de participar plenamente na vida económica, política, física e cultural”, referiu.

 



publicado por zé kahango às 11:24
link do post | comentar | favorito

um sorriso de Luanda!

Luanda, Angola


marcadores:

publicado por zé kahango às 11:23
link do post | comentar | favorito

Huambo, renovado...

praça da Cultura-Huambo/Angola


marcadores:

publicado por zé kahango às 11:20
link do post | comentar | favorito

Sozinho Lopez

Exposição individual

  Angop
Título
" Linguagem dos Astros em Tempo de Paz"
 


O artista plástico Sozinho Lopez vai expôr a sua primeira obra individual denominada “O 5º Ano” em Abril deste ano, no Salão Internacional de Exposições da União Nacional dos Artistas Plásticos(UNAP), em Luanda.

A amostra, que contará com mais de vinte obras de pintura concebidas em estilo figurativo, aborda diversos aspectos da sociedade angolana, com particular atenção sobre a valorização que se deve dar permanentemente aos aspectos culturais angolanos.
Em declarações à Angop, Sozinho Lopes, que já participou em diversas exposições colectivas dentro e fora do país, refere que os símbolos e as máscaras nacionais, anexadas à modernidade representam as suas preocupações artísticas.

"Há necessidade de trazer aos olhos da sociedade a essência da angolanidade ante a modernidade que atravessa os nossos hábitos e costumes. Logo, eu vou ao encontro dos rituais e das máscaras e trago a alma do povo, recreada, demonstrando, assim, que o moderno e o passado podem conviver", referiu.
Em cerca de cinco anos, depois da sua formação média, o pintor disse ter praticado e pesquisado bastante pelas províncias do país a essência da arte angolana sempre no intuito de reflectir-se sobre o passado e perspectivar o futuro.

"O 5º Ano representa assim a entrega pela arte, os contactos com artistas que já algum tempo lidam com a criação, com realce para o pintor e escultor António Gonga, que muito me ajudou a seguir este caminho", salientou.

"Diálogo fechado", "A dança bale, expressão cultural II", "Mona diala", "Fragmento de um mundo místico II" e "Vozes de outros sons e ritmos", fazem parte do conjunto das pinturas a expôr e executadas por Sozinho Lopes nas técnicas de óleo e de acrílico sobre tela, assim como técnica mista.

Nascido a 17 de Fevereiro de 1976, na província do Uíge, Sozinho Lopes fez o curso médio de artes plásticas em 2003 no Instituto Nacional de Formação Artística (INFA).

Presente em colecções institucionais e particulares, o pintor já obteve, em 2006, a menção honrosa do Prémio Cidade de Luanda e uma distinção no concurso " Desenho na Areia" da empresa petrolífera norueguesa  Nosrk Hydro.

Em 2007 foi galardoado como o segundo classificado do concurso mural de pintura da Embaixada dos Estados Unidos em Angola sobre a vida e obra do Martin Luther King (activista na luta contra o racismo nos EUA) e o Grande Prémio Ensarte de Pintura, sendo que em 2008 venceu o Prémio Cidade de Luanda em Pintura.


marcadores:

publicado por zé kahango às 11:17
link do post | comentar | favorito

a nossa gente...

angola


marcadores:

publicado por zé kahango às 11:15
link do post | comentar | favorito

Pintora Arlete Marques

 

Arlete Marques, artista plástica angolana realizou em Dezembro, na cidade de S. Salvador da Bahia (Brasil), uma exposição sob o sugestivo título “Gestos”, considerada como “um hino à sensibilidade e à fraternidade”. O seu trabalho é a expressão clara de uma mestiçagem cultural, caracterizada pela “presença simultânea de elementos culturais africanos e europeus (…)”, que lhe permitem “actuar nesses dois mundos e realizar uma interligação entre eles”. Uma realidade histórica e social já observada no início do século XVIII, aquando da emergência de uma classe média africana na cidade de Luanda e Benguela. A sensibilidade artística de Arlette Marques bebe, sobretudo, desta síntese cultural.

 


A representação figurativa, a imaginação, o movimento e a sensualidade de mulheres e de divindades do mar… são os pontos cruciais do seu trabalho. O traçado anatómico tem influência europeia, mas as cores que emprega são as de África: os amarelos cor de papaia; os ocres de várias tonalidades; os vermelhos-púrpura do pôr-do-sol; os verdes, que sangram seiva… A leitura é intuitiva e, por vezes, etnográfica, como foram as obras do inesquecível Neves e Sousa, pintor e poeta “africano” nascido em Matosinhos, que adoptou Angola como sua pátria e acabou por falecer em S. Salvador da Bahia.
Arlete Marques nasceu em Luanda e investiu no quotidiano sócio-cultural das cidades com presença africana desde o início do tráfico negreiro, tais como Lisboa e. Salvador da Bahia. O seu mundo (de vários pequenos mundos) é impossível de ser visto apenas com os olhos em Angola já que o seu trabalho reflecte a angústia de uma incessante procura de si própria nas afinidades histórico-culturais existentes no eixo Lisboa/Luanda/Salvador. Daí que a sua pintura transporte o teor de uma síntese cultural de matriz urbana, profundamente miscigenada, mas com uma tónica que também concorre para a harmonização e para a construção de uma angolanidade, que se faz hoje necessária.
É no contexto dinâmico, inserido numa lógica de complementaridade (e não de exclusão) que, a pintura de Arlete Marques, deve ser vista, interpretada e apreciada.

 Veja o site


marcadores:

publicado por zé kahango às 11:06
link do post | comentar | favorito

e então?...

(foto de Tonspi)


marcadores:

publicado por zé kahango às 11:02
link do post | comentar | favorito

Bibliotecários pela lusofonia...

A criação urgente de associações de bibliotecários e profissionais de informação nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) é uma das recomendações saídas da mesa-redonda sob o lema “O papel das associações de bibliotecas e profissionais da informação na valorização e desenvolvimento da profissão em África”, recentemente realizado em Luanda.
De acordo com os peritos, a criação de associações de bibliotecários e profissionais de informação nos PALOP visa o desenvolvimento de organismos fortes e com voz colectiva para a defesa dos interesses da classe nestes países.
Na mesa-redonda, que teve lugar no anfiteatro do Departamento de Arquitectura da Faculdade de Engenharia da Universidade Agostinho Neto, os participantes recomendaram, ainda, a melhoria da comunicação e do intercâmbio entre os profissionais angolanos, africanos e de outras partes do mundo, bem como a adesão na Federação Internacional de Associações de Bibliotecas e Instituições (IFLA) dos bibliotecários e profissionais de informação dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), visando um maior envolvimento nas actividades da federação.
Concluiu-se, finalmente, que se deve desenvolver uma rede de profissionais; prestar apoio aos bibliotecários e profissionais de informação e incrementar um conjunto de normas, guias e outros instrumentos orientadores para o exercício da profissão.

 



publicado por zé kahango às 11:00
link do post | comentar | favorito

esperando o Papa...

Papa em Angola



publicado por zé kahango às 10:56
link do post | comentar | favorito

muita água...

Chuvas torrenciais já provocaram 38 mortos e 37 feridos em quatro províncias angolanas, disse nesta quarta-feira o coordenador da Comissão Nacional de Protecção Civil (Cnpc), Eugénio Laborinho.
Os dados da Cnpc dizem respeito ao período entre janeiro e março e apontam como principais causas para as mortes os afogamentos e desabamentos de terras.
A província do Bié registrou 17 mortes, o Cunene 14, Kuando Kubango três, Luanda duas e Malange e Huíla uma morte cada.
Segundo Laborinho, no litoral angolano não há registro de chuvas intensas, com exceção das províncias de Cabinda e Zaire (norte), embora Luanda registre já duas mortes.
“No Namibe está a chuviscar, não é nada de preocupante, só no interior é que têm estado a cair chuvas torrenciais, estando as províncias do Cunene, Kuando Kubango, Moxico, Lundas Norte e Sul, Malange, Bié e Uíge sob alerta amarelo”, disse Laborinho.
Em consequência das chuvas ficaram destruídas cinco pontes hidráulicas, uma ponte fixa, uma agência bancária, três postos médicos, seis igrejas, 115 escolas, 655 lavras da população e 4.446 residências.
Além disso, 4.470 famílias ficaram desabrigadas, 13.753 pessoas desalojadas e 228 mil hectares de terras aráveis inundadas.
“De uma maneira geral, a situação das cheias em todo o país está a ser acompanhada e monitorizada pela Cnpc, com as comissões provinciais e os governos provinciais, todos neste momento estão a dar apoio de forma a poder acudir as populações”, frisou.



publicado por zé kahango às 10:51
link do post | comentar | favorito

Editor e Redator:
José "Kahango" Frade
marcadores

a nossa gente

a nossa terra

crónica

cultura

editoriais

livros

memórias

o futuro é já hoje

poesia

todas as tags

pesquisar
 
posts recentes

doce Fenda...

O Nacionalismo Angolano

(ainda e sempre) a etnolo...

Cuvango - Missão Católica

Esclarecimento

erguendo futuros...

Missões - uma história br...

O Ensino em Angola - as "...

Tios, pelas terras do caf...

Singela pureza...

No esteio das missões...

História, explicação das ...

encontro sobre o patrimón...

Sob a tutela da rósea mon...

O Futuro começa hoje...

Colar Himba

Cunene entre rochas

Ruacaná

Turaco

Esquilo na múcua

na Fenda do Bimbe

da Tundavala

Tchimboto

Defesa da ecologia - Kumb...

uma solução imaginativa

últimos comentários
Nada a perdoar :-) ... na expressão poética é livr...
Obrigado pelo seu comentário. De facto, citando C....
Errado... os mucancalas (khoi san) são povos origi...
Estou só e sonho saudade. E como é branca de graça...
Nai, infeliz é o seu comentário, que em vez de cri...
Olá Que lindas!
[url=https://www.informativoangolano.com]Club k an...
E o Rio Cubal desagua em Moçâmedes na provincia do...
E uma rã de especie rara e possivelmente so encont...
Gostei muito de ler os vossos post, realmente quan...
Nosso pais com tantas maravilhas Noticias de angol...
Caro Carlos: Estive a apreciar a sua página, que o...
Gostei muito da materia quem dera um dia publicar ...
Gostei muito da materia quem dera um dia publicar ...
Alguns botânicos suspeitam que na peculiaridade da...
Ah ah ah! Bem visto! Por vezes a erudição vem acom...
Muito obrigado pela contribuição! Incluirei o link...
Então o jornal Cultura publica uma fotografia de u...
Ah, desculpe, pensei que fosse um desafio... Eu ta...
Também me parece, mas gostava de saber como se cha...
posts mais comentados
24 comentários
7 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
Equipa do blogue
Coordenadora do Conselho Redatorial: Paula Duarte (A-Santa-Que-Me-Atura...) PAINEL DE COLABORADORES: Dionísio Sousa (Cavaleiro dos Contos), "Funka" (Nobre Reporter Permanente), João "Neco" Mangericão (Moçâmedes), Jorge Sá Pinto (Assuntos Arqueológicos), José Silva Pinto (Crónica Quotidiana), Mané Rodrigues (Assuntos Culturais), Paulo Jorge Martins (Fauna Grossa), Ulda Duarte (Linguística da Huíla), Valério Guerra (Poeta Residente).
ligações
arquivos

Dezembro 2020

Novembro 2020

Maio 2020

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Junho 2019

Março 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Maio 2017

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Abril 2006

Março 2006

o nosso contacto:
munhozfrade@gmail.com
subscrever feeds
blogs SAPO