Uma apaixonante e esplendorosa terra, um magnífico povo! Será brilhante seu futuro, construído por todos os que têm Angola no coração, que nela ou na diáspora trabalham e com amor criam suas famílias.
Terça-feira, 31 de Março de 2009
analisadas regiões académicas

Universidade Agostinho Neto


O senado da Universidade Agostinho esteve ontem reunido em Luanda e analisou a criação das novas regiões académicas. Com a divisão adoptada, nasceram novas escolas superiores. O Reitor da Universidade Agostinho Neto saudou as novas escolas e fez uma análise à evolução do ensino superior em Angola.
João Teta disse que, depois da independência, a Universidade de Angola ficou desprovida de quadros e um punhado de poucos angolanos assumiu o seu funcionamento e o desenvolvimento com o apoio da cooperação estrangeira.
Falando durante a última reunião do Senado da Universidade Agostinho Neto, realizada no Complexo Futungo de Belas, João Sebastião Teta, afirmou que a manutenção do funcionamento da universidade não foi fácil. “O salário dos professores no topo de carreira era muito baixo. Hoje os salários dos docentes melhoraram consideravelmente”, disse João Teta.
O Reitor da Universidade Agostinho Neto disse que no âmbito do funcionamento e a expansão do ensino superior no país, durante a guerra foram criados os centros universitários do Uije e de Cabinda e feita a restauração da Faculdade de Ciências Agrárias do Huambo. Com o fim da guerra, foi criada a Faculdade de Letras e Ciências Sociais de Luanda. João Teta afirmou que a expansão serviu de alicerce à universidade pública que agora existe. “É assim que se criou a Escola Pedagógica da Lunda-Norte, as Escolas Superiores de Ciências e Tecnologia da Lunda-Sul, do Kwanza-Sul, Namibe e a implantação dos cursos superiores no Bié e Kwanza-Norte”, disse João Teta. A expansão, segundo o reitor, tinha que ser seguida de qualidade, “por isso foram criadas 15 cursos de mestrado no país”.
João Teta anunciou que foram inscritos 500 mestrandos a nível nacional e o país conta, agora,com 150 mestres formados pela primeira vez em Angola. No presente ano lectivo estão inscritos 60 mil estudantes no ensino superior público, enquanto que em 2002 eram apenas 9.000. “O primeiro curso de mestrado na Universidade Agostinho Neto foi o de Direito”, lembrou João Teta, sublinhando que o Senado da Universidade Agostinho Neto recomendou às universidades recém criadas que não baixem a qualidade de ensino, em relação ao nível já atingido. João Teta considerou que existem bases para que as novas universidades possam funcionar com qualidade.
O reitor da Universidade Agostinho Neto sublinhou que a Universidade Agostinho Neto tem docentes de várias áreas que são convidados a presidir ou fazer parte de júris internacionais nos cursos de mestrados ou doutoramentos, e docentes que são convidados para orientadores e co-orientadores de teses de mestrados ou doutoramentos em outras universidades.

(por Fula Martins, in Jornal de Angola)



publicado por zé kahango às 15:50
link do post | comentar | favorito

...e também rimos!...

 

foto daqui


marcadores:

publicado por zé kahango às 15:38
link do post | comentar | favorito

corte nas bolsas...

O Estado angolano vai atribuir, este ano, três mil bolsas internas para o ensino superior, das seis mil previstas. O corte de 50 por cento deve-se a questões financeiras, referiu, na cidade do Huambo, o secretário de Estado Adão do Nascimento. No ano passado, a Secretaria de Estado para o Ensino Superior atribuiu três mil bolsas internas.
O secretário de Estado para o Ensino Superior fez este anúncio à margem do Conselho Consultivo Ordinário da Saúde, relizado no Huambo. Adão do Nascimento referiu que o Governo está empenhado em tirar o máximo proveito das bolsas de estudo de países que cooperam com Angola há muitos anos, como Cuba, Rússia e outros do Leste europeu.
De acordo com o secretário de Estado, Cuba recebeu, no ano passado, 100 bolseiros angolanos, provenientes de todas as províncias do país. Em cada geração de alunos enviados para bolsas de estudo no exterior, são seleccionados os melhores, numa média de 20 por cento, para continuarem a sua formação ao nível de especializações, explicou o secretário de Estado do Ensino Superior.
Para além dos 100 estudantes já enviados,o contrato com as autoridades cubanas prevê a formação de quadros ao nível de pós-graduações, mestrados, doutoramento e especialização, bastando o processo estar devidamente constituído.
Adão do Nascimento acrescentou que o Governo, desde 2008, passou a assistir financeiramente os estudantes mais carentes, mas o aproveitamento académico destes é também acompanhado de forma rigorosa.
A formação de quadros do Ensino Superior no exterior do país continua a ser uma aposta segura, disse Adão do Nascimento. “Por muitos anos ainda, não teremos capacidade suficiente de sermos auto-suficientes, tornando-se esta uma prioridade do Governo”, afirmou. O incremento deste tipo de formação vai ser feito através de acordos de cooperação com instituições do Ensino Superior de vários países.
Por questões financeiras, os trabalhos estão limitados à identificação dos estabelecimentos do Ensino Superior no exterior, mas deverá iniciar ainda este ano.



publicado por zé kahango às 15:36
link do post | comentar | favorito

também choramos...

dsc00009


marcadores:

publicado por zé kahango às 15:35
link do post | comentar | favorito

por uma abordagem histórico-científica...

Os "processos de libertação"

A divulgação e preservação da história de Angola, principalmente dos processos relativos à luta de libertação e da independência nacional, implica uma análise profunda e  abordagem histórica-científica por parte de historiadores e investigadores.

Segundo a ministra da Cultura, Rosa Cruz e Silva, que falava no  acto de encerramento da mesa redonda sobre o processo 50 realizada hoje no Palácio dos Congressos, em Luanda, é necessário que esta época da história recente, mas ainda desconhecida, e rica de acontecimentos seja analisada com profundidade para  “desmistificar e descodificar” factos e conhecimentos que justificam as acções dos nacionalistas angolanos.
É preciso conhecermos a nossa história, o nosso  passado para melhor nos  entendermos, aceitar a nossa diversidade e diferenças como filhos de uma mesma terra”, apontou.
Para a ministra, o processo dos 50 constitui um marco na história de Angola, realçando a necessidade de ser dar dignidade e reconhecimento aos nacionalistas que se predispuseram aos ideais de libertação do país.
Durante a jornada, os participantes debateram temas como "Tentativa de estudo da corrente nacionalista no centro de Angola" e "Processo 50: memórias de uma luta clandestina para a independência de Angola", apresentados pelos historiadores
Pedro Capumba e Anabela Cunha.
 


marcadores:

publicado por zé kahango às 15:30
link do post | comentar | favorito

Domingo, 29 de Março de 2009
momento...

Pounding corn into meal, Dondi


marcadores:

publicado por zé kahango às 02:12
link do post | comentar | favorito

formação artística

O director da Escola Nacional de Dança, Nelson Augusto, afirmou que, com a abertura, para breve, dos institutos médio e superior de artes, o país, neste domínio, vai afirmar-se, cada vez mais, a nível nacional e internacional.
Em entrevista à Angop, Nelson Augusto disse que a dança, enquanto arte, vai dar um salto qualitativo e quantitativo, com a abertura dos institutos na zona da Camama, município do Kilamba Kiaxi, em Luanda.
Projectos desta natureza estão também a ser estudados pelo Ministério da Cultura, relativos essencialmente ao ensino elementar da 5ª à 9ª classe e prevê-se, também, a curto e médio prazo, a abertura do instituto superior de artes”, afirmou.
Existe um curso de formadores de professores para o ensino elementar e a preparação de alunos para ingressarem no nível superior, disse Nelson Augusto. O perfil da escola vai permitir que o estudante possa ingressar na vida artística nacional, como bailarino, coreógrafo, ensaiador de grupos de dança ou, por sua iniciativa, criar outros projectos.
A responsabilidade da Escola Nacional de Dança resume-se a preparar os alunos para enriquecerem o mercado”, acrescentou. Também têm como objectivo, no âmbito do professorado, ministrar a disciplina de dança educativa no ensino geral (da iniciação à nona classe) caso existam estes programas nas escolas públicas e nos colégios privados e centros culturais.
O curso de dança encontra-se num processo de transição adiantado e quando formos para a Camama teremos um ensino mais reformado”, disse Nelson Augusto. A comissão tem estado a trabalhar e já apresentou material para a abertura dos dois primeiros cursos no instituto médio.
Acrescentou que está também em estudo um pacote legislativo com suporte de alguns técnicos da escola, entre eles os mestres Domingos Wizarte e Ana Clara Guerra Marques para comissão da área de dança.
Nós tivemos um momento da nossa história em que estagnamos no tempo e no espaço. Mas agora o momento é de certeza na concretização dos projectos em curso”, afirmou Nelson Augusto.



publicado por zé kahango às 02:10
link do post | comentar | favorito

breve pausa...

Pounding corn into meal, Lobito


marcadores:

publicado por zé kahango às 02:05
link do post | comentar | favorito

formação em enfermagem

Na pretérita semana, foi destacado, pelos médias, a evolução para Instituto Superior de Ciências da Saúde do actual Instituto Superior de Enfermagem de Luanda (ISE), nomenclatura que além da formação de quadros angolanos em curso de enfermagem permitirá a introdução de outros do ramo da medicina.

O facto foi quinta-feira anunciado pelo secretário de Estado para o Ensino Superior, Adão do Nascimento, quando dissertava, na cidade o Huambo, o tema "A Formação dos Recursos Humanos da Saúde no quadro do programa do governo", no âmbito do XX Conselho Consultivo Ordinário do Ministério da Saúde.

Adão do Nascimento esclareceu que o novo carácter atribuído ao ISE implica que serão introduzidos, ainda este ano, de forma progressiva cursos de ciências da saúde, como por exemplo farmácia e fisioterapia.



publicado por zé kahango às 02:03
link do post | comentar | favorito

olha, filha!

Luanda, Angola


marcadores:

publicado por zé kahango às 02:00
link do post | comentar | favorito

80 milhões Kz para bolsas de estudo

O anuncio da disponibilização de 80 milhões de kwanzas por parte do Governo angolano para financiar bolsas de estudo aos cidadãos angolanos com baixa renda e filhos de ex-militares, que queiram frequentar o ensino superior em faculdades privadas e públicas no país, marcou o noticiário social da semana finda.

Em entrevista à Angop, o director-geral do Instituto Nacional de Bolsas de Estudo (INABE), Jesus Baptista, disse que este processo vai abranger as 18 províncias do país e os candidatos terão idade máxima de 25 anos.

Neste momento, esclareceu a fonte, decorre a divulgação para posterior selecção dos candidatos, tendo advertido que os que reprovarem no primeiro ano terão um corte de 50 porcento da sua bolsa.

Para o presente ano lectivo, o governo tem disponíveis três mil, das seis mil bolsas previstas inicialmente, destinadas a estudantes com idades máximas de 25 anos e em dificuldades financeiras para dar continuidade ao processo de formação académica a nível superior.



publicado por zé kahango às 00:59
link do post | comentar | favorito

os candengues...

Luanda, Angola


marcadores:

publicado por zé kahango às 00:58
link do post | comentar | favorito

produção de material escolar

Segundo o vice-ministro da Educação para a reforma educativa, Mpinda Simão, o Ministério quer continuar a trabalhar para fortalecer a produção da indústria e assim melhor servir o sistema educativo nacional.

Este processo, que prevê a criação da capacidade de produção interna, vai contar com o envolvimento de empresas gráficas nacionais.

De acordo com Mpinda Simão, neste momento regista-se no país uma necessidade global de 60 milhões de exemplares para se fazer face ao sistema educativo.

Com a entrada em funcionamento da capacidade instalada, acrescentou, serão produzidos numa primeira fase 30 milhões e 600 mil manuais, que corresponderá a cerca de 58 porcento da necessidade global.

Um dos problemas mais frequentes registados nesta área tem a ver com a distribuição destes materiais, facto que levará o seu pelouro a procurar criar novos mecanismos de fiscalização, de modo a que os mesmos cheguem gratuitamente aos seus reais
beneficiários.



publicado por zé kahango às 00:56
link do post | comentar | favorito

kota...

(foto de Tonspi)


marcadores:

publicado por zé kahango às 00:55
link do post | comentar | favorito

435 doentes em hemodiálise

O nefrologista Matadi Daniel, que falava a margem do XX Conselho Consultivo do Ministério da Saúde, que teve lugar na província do Huambo, considerou o número escasso, visto que por cada um milhão de habitantes existem 100 doentes que entram em falência renal crónica, por ano.

O médico pergunta-se onde estarão os outros doentes quando apenas Luanda possui centros de Hemodiálise, sublinhando que muitos podem até não saber que padecem desta patologia, por viverem numa província sem estes serviços.

Neste âmbito, apela por mais centros e melhores diagnósticos nos hospitais para se detectar precocemente e evitar que os doentes entrem em falência renal crónica.

Existem quatro centros de Hemodiálise no país, sendo um no Hospital Militar Principal, Américo Boavida , Josina Machel e Multiperfil, cujo tratamento é bastante oneroso e integralmente subvencionado pelo Estado.

Acrescentou que o Estado gasta por mês aproximadamente 2.800 dólares por cada doente em hemodiálise, com as sessões e a medicação.



publicado por zé kahango às 00:53
link do post | comentar | favorito

moendo o grão

Angolan women pounding corn


marcadores:

publicado por zé kahango às 00:51
link do post | comentar | favorito

Biotecnologia

O vice-ministro da Ciência e Tecnologia, Orlando da Mata, considerou que os conhecimentos sobre biotecnologia podem constituir valiosas ferramentas para solucionar problemas relacionados com a pobreza, fome, desemprego, saúde pública e ambiente.
O governante, que falava na Faculdade de Ciências Agrárias do Huambo, na cerimónia de abertura do workshop regional sobre biotecnologia, afirmou que o Ministério da Ciência e Tecnologia, no quadro das suas atribuições, deverá buscar uma aliança estratégica entre a biotecnologia e as áreas da saúde, agro-pecuária, indústria e ambiente, para tornar o país numa referência regional em investigação.
"A implementação de projectos cujo foco é o desenvolvimento da biotecnologia em Angola deve ser a partir do desenvolvimento sustentável da nossa biodiversidade, dando ênfase aos processos e troca de conhecimentos tecnológicos inovadores" frisou o governante, realçando que está é uma das metas e objectivos a que o ministério se propõem a atingir.
Considerou que, através de acções estratégicas que envolvam investimentos para a criação de infra-estruturas e legislação apropriada para o sector, o país poderá criar uma indústria de biotecnologia virada à produção de medicamentos, a partir de recursos naturais, alimentos, biocombustíveis, biomassa e energias.
Para atingir estes objectivos, Orlando da Mata considerou ser importante o estabelecimento de parceiras público privadas, com instituições de ensino superior, assim como com de investigação científica e tecnológica.
"É preciso ir ao encontro da ciência, buscar parcerias para a resolução dos vários problemas", sublinhou o vice-ministro.
O workshop regional sobre biotecnologia consta das estratégias do Governo para a revitalização do sector agro-industrial e de negócios. Promovido pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, o encontro contou com 100 participantes, entre parlamentares, governantes, cientistas, investigadores, docentes e estudantes nacionais e estrangeiros do ensino superior.
Estão agendados para os debates que terminam hoje assuntos relacionados com a biotecnologia na agricultura e na saúde, o desenvolvimento tecnológico e a biotecnologia e orientações metodológicas para o sector provincial de ciência e tecnologia.
Este encontro consta do programa do Ministério da Ciência e Tecnologia para 2009 que visa realizar palestras nacionais e conferências internacionais, buscando contributos para o fortalecimento da estratégia do sector biotecnológico.
O acto de abertura contou com a presença do vice-governador do Huambo para área social e económica, David Barbosa.



publicado por zé kahango às 00:46
link do post | comentar | favorito

Editor e Redator:
José "Kahango" Frade
marcadores

a nossa gente

a nossa terra

crónica

cultura

editoriais

livros

memórias

o futuro é já hoje

poesia

todas as tags

pesquisar
 
posts recentes

Faculdade de Medicina do ...

Um novo arranque

Reencontro

de Bimbe para Angola Prof...

reunindo...

tranquilidade...

Cubango

rio Cuito

atividade da AAPAN em 201...

mama Himba

Prémio de Mérito

em plena corrida

um par bicudo

uma bela lagartixa

borboletas da Kumbira

no meu quintal

estorninhos

Origens dos Mucuisses

na Lucira

Gente da Huíla

kitawela!

observem as aves...

Programa Angola Jovem (PA...

reduzindo a mortalidade

lugar de silêncio

últimos comentários
[url=https://www.informativoangolano.com]Club k an...
E o Rio Cubal desagua em Moçâmedes na provincia do...
E uma rã de especie rara e possivelmente so encont...
Gostei muito de ler os vossos post, realmente quan...
Nosso pais com tantas maravilhas Noticias de angol...
Caro Carlos: Estive a apreciar a sua página, que o...
Gostei muito da materia quem dera um dia publicar ...
Gostei muito da materia quem dera um dia publicar ...
Alguns botânicos suspeitam que na peculiaridade da...
Ah ah ah! Bem visto! Por vezes a erudição vem acom...
Muito obrigado pela contribuição! Incluirei o link...
Então o jornal Cultura publica uma fotografia de u...
Ah, desculpe, pensei que fosse um desafio... Eu ta...
Também me parece, mas gostava de saber como se cha...
É uma pequena rã com as patas encolhidas, vista de...
Agradeço, mas o mérito não é meu. Como pode ver pe...
Boa tarde.Li e gostei deste excelente texto. Melho...
Não esquecer ainda o Parque Nacional do Bicuar...
Obrigado. Estamos à espera dos teus lindos poemas,...
De facto, para familiares e amigos, é uma triste p...
posts mais comentados
24 comentários
9 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
Equipa do blogue
Coordenadora do Conselho Redatorial: Paula Duarte (A-Santa-Que-Me-Atura...) PAINEL DE COLABORADORES: Dionísio Sousa (Cavaleiro dos Contos), "Funka" (Nobre Reporter Permanente), João "Neco" Mangericão (Moçâmedes), Jorge Sá Pinto (Assuntos Arqueológicos), José Silva Pinto (Crónica Quotidiana), Mané Rodrigues (Assuntos Culturais), Paulo Jorge Martins (Fauna Grossa), Ulda Duarte (Linguística da Huíla), Valério Guerra (Poeta Residente).
ligações
arquivos

Junho 2019

Março 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Maio 2017

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Abril 2006

Março 2006

o nosso contacto:
munhozfrade@gmail.com
subscrever feeds
blogs SAPO