Intensa paixão, tristeza profunda, sagrada esperança...
Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2009
educação especial

Instituto lança dicionário da língua gestual

O Instituto Nacional de Educação Especial vai lançar este ano o primeiro dicionário de língua gestual. A responsável do instituto, Maria de Lourdes Franco, aguarda que a editora mande um exemplar para que os especialistas façam as correcções.
O dicionário está a ser elaborado em Portugal e faz parte do Projecto de Desenvolvimento da Língua Gestual em Angola, que visa a identificação, estudo e uniformização da linguagem no seio das comunidades e das famílias.
Segundo Maria de Lourdes, o Instituto Nacional de Educação Especial pretende que o dicionário seja acessível a todas as pessoas com deficiência auditiva e todos os interessados na linguagem gestual, com ou sem acesso ao já existente dicionário digital (em CD), em fase de reedição.
O Projecto de Desenvolvimento da Língua Gestual prevê, além do lançamento do primeiro dicionário de língua gestual, a formação de professores, com o objectivo de garantir um ensino de qualidade à comunidade surda.
Consta do projecto a apresentação de uma proposta de oficialização da língua gestual que, se for aprovada, segundo a directora do Instituto Nacional de Educação Especial, vai permitir o surgimento no país de novas profissões como a de intérprete e tradutor de linguagem gestual.
Maria de Lourdes Franco destaca a importância da presença do intérprete na emissão da Televisão Pública de Angola (TPA) para fazer a tradução dos conteúdos informativos, fundamentalmente em benefício da comunidade surda, actualmente sem possibilidade de acesso à informação.
“Com um tradutor, os surdos passam a ter acesso ao noticiário e a outras informações que nós, os ouvintes, temos acesso”, diz Maria de Lourdes Franco.
A língua portuguesa, particularmente para as pessoas com deficiência auditiva, por ser utilizada apenas na escrita. “Eles aprendem esta língua como podem aprender o inglês ou o francês, mas comunicam em linguagem gestual, que é uma língua autónoma, uma vez que não depende de nenhuma outra.”

Formação de professores

O Instituto Nacional de Educação Especial pretende formar até 2013, em todo o país, mais de 4.500 professores em língua gestual, de acordo com a directora Maria de Lourdes Franco.
A intenção é dar esta formação a todos os professores devido ao processo de integração escolar, que consiste na admissão de alunos com deficiência mental e auditiva, de nível moderado, em todos em todas as escolas e níveis de ensino. Aqueles cuja deficiência é acentuada, devem ser encaminhados para as escolas de educação especial.
Após o processo de integração escolar, o instituto pretende executar de modo contínuo e progressivo o processo de inclusão. “Significa que todas as escolas devem estar preparadas com material e equipamento necessário para atenderem os alunos com necessidades educativas especiais”, disse Maria de Lourdes.
O objectivo da educação inclusiva, na sua essência, é acabar com as escolas especiais. “Essa é a tendência do mundo actual. Mas ainda temos um sistema de ensino com muitos problemas. Integrar um aluno surdo numa sala de 50 a 60 alunos é complicado. O cego que não tem outros problemas pode ali estar, mas o surdo não”. Por este motivo, sublinha Maria de Lourdes, o processo de inclusão ainda não está a ser executado.
“Quando chegarmos à inclusão, a criança vai à escola mais próxima de casa e encontra condições para estudar. Daí a necessidade de todo o professor da escola regular ter conhecimentos mínimos sobre as necessidades educativas especiais”.
Maria de Lourdes Franco disse que foi proposto às escolas de formação de professores a inclusão da especialidade de língua gestual. “Da mesma forma que há a opção de Português, Matemática, queremos que haja a opção de Língua Gestual. Os professores do sector de educação especial não têm essa formação, por isso o Instituto Nacional de Educação Especial promove em todo o país seminários de capacitação.”
A directora do Instituto Nacional de Educação Especial, Maria de Lourdes Franco, sublinha ainda que mais de 180 professores já participaram nas acções formativas.
A maioria dos formadores, num total de 50, especializou-se no exterior e está concentrada na província de Luanda. “Há necessidade de mais especialistas”, disse Maria de Lourdes, informando que o Instituto Nacional de Educação Especial, em cooperação com a instituição congénere brasileira, tem enviado técnicos para fazerem licenciaturas, mestrados e doutoramentos nestas áreas de especialização.

Educação especial

Cerca de 60.000 alunos frequentam as aulas de educação especial. A maioria é das províncias de Luanda, Benguela, Huíla, Cunene e Kwanza-Sul.
De acordo com a directora do Instituto Nacional de Educação Especial, as escolas de educação especial existentes devem ser transformadas, mais tarde, em centros de recurso, no âmbito do processo de inclusão. Este órgão é responsável pelo sistema de ensino em cada província. O país tem 12 escolas especiais, duas na província de Luanda e uma em Benguela, Huambo, Huíla, Kuando-Kubango, Cunene, Bengo, Luanda-Sul, Namibe, Kuanza-Sul e Uíje. Nas escolas do ensino geral há 57 salas de aulas especiais e 636 salas integradas.
Maria de Lourdes Franco informou que estão em construção escolas nas províncias do Kuanza-Norte, Bié e Huambo. “Queremos que todas as províncias tenham escolas especiais de referência”, disse.
O instituto pretende igualmente criar um centro nacional de diagnóstico de orientação psico-pedagógica para investigar e acompanhar o desenvolvimento e a aprendizagem dos alunos com necessidades educativas especiais.
A criação de gabinetes psico-pedagógicos em todas as escolas também faz parte das pretensões do Instituto Nacional de Educação Especial. Este gabinete vai integrar psicólogos, psico-pedagogos e técnicos de educação especial para acompanharem o desenvolvimento educacional dos alunos, dos professores e dos encarregados de educação.
O Instituto Nacional de Educação Especial, que antes foi um departamento nacional, e mais tarde direcção de educação especial, foi criado há dois anos pelo Ministério da Educação, de modo a responder a todas as questões que se colocam nesta área de ensino, também atingida pelo processo de reforma educativa.
O estatuto orgânico do Instituto Nacional de Educação Especial ainda não foi aprovado.

 

(Jornal de Angola)



publicado por zé kahango às 11:29
link do post | comentar | favorito

16 comentários:
De lauriano gunza a 22 de Julho de 2010 às 19:19
informo para quem se interessa em aprender a lingua gestual q estou disponivel, apenas necessito de uma sala para ensinar gratuitamente a lingua gestual. sou membro da direccao nacional dos surdos de angola, o meu contacto e 927163551. aguardo por si


De camila freitas de miranda a 18 de Setembro de 2013 às 01:52
Boa noite,

Sou interprete de língua de sinais no Brasil, aqui a língua de sinais é conhecida como LIBRAS e é oficializada, tem uma lei e um decreto.
Na verdade eu gostaria de aprender a sua Língua gestual, será que é possível pela internet?

E gostaria de comunicar que caso precise de algo , quem sabe tenho algo a colaborar.
aguardo.
abraços.



De sonia de carvalho a 25 de Fevereiro de 2011 às 13:45
gostei do trabalho feito no primeiro dicionario que tal começar a tratar do segundo. ate porque estamos a dormir


De Carla Alexandra Marques a 27 de Março de 2011 às 16:39
Gostaria de saber por favor quais são as escolas de ensino especial que existem em Luanda e quais os requisitos para a admissão nessas mesmas escolas.
Obrigada pela atenção dispensada.


De Francisco Palanga Cambambi a 27 de Julho de 2011 às 16:46
É de louvar o projecto traçado pelo instituto. Todavia ainda ficam algumas preocupações:
A Universidade Katyavala Bwila em Benguela(UKB), é de dominio nacional que existe o curso de licenciatura em educação especial. Contudo, não se fala nada em linguagem gestual. Na optica dos estudantes que frequentaram e outros ainda em curso, a ausencia desta cadeira tira o peso do curso. Obs. Sou estudante do 4º ano do mesmo curso.


De Carla Alexandra Pinto a 4 de Setembro de 2011 às 01:50
Gostaria de saber quais são as escolas em Luanda onde tem ensino Integrado - Ensino Especial. Muito obrigada


De João kativa a 19 de Outubro de 2011 às 12:00
E. Uma bua eniciativas


De renato moreira a 9 de Janeiro de 2012 às 20:46
angola tem que pensar em estruturar-se para fazer face ao futuro, queria perguntar como é audiologia em angola, sou portugu~es e gostaria de participar com a experiencia que tenho na area da reabilitação da audição.


De Alexandre a 29 de Junho de 2012 às 19:33
Gostaria de saber se ha alguem que possa dar respostas as questoes aqui levantadas.
obrigado


De Eunice Gaspar a 11 de Outubro de 2012 às 22:57
Angola é um país em ascensão e de grande prosperidade. Todavia, tenho conhecimento que ainda há um longo percurso a correr, especialmente, na área da saúde. Pergunto como está estado de arte na área de Audiologia? Sou audiologista e, confesso que a curiosidade aliada a uma grande herança familiar me motivam a trilhar caminhos nesse lugar. Poderão ajudar-me?
Obrigada













De Marisa Cruz a 4 de Março de 2013 às 11:08
Olá, sou graduada em Pedagogia especialista em distúrbios de aprendizagem, caso necessitem de acompanhamento individual no ensino especial no que diz respeito ao autismo e hiperatividade, apoio escolar ou intervenção psicopedagógica em português e matemática encontro-me à disposição.

Meu contato; 945743493


Comentar post

Equipa do blogue:
Editor e Redator: José "Kahango" Frade Coordenadora do Conselho Redatorial: Paula Duarte (A-Santa-Que-Me-Atura...) O Mui Ilustre Painel de Colaboradores: Dionísio Sousa (Cavaleiro dos Contos), "Funka" (Nobre Reporter Permanente), João "Neco" Mangericão (Moçâmedes), Jorge Sá Pinto (Assuntos Arqueológicos), José Silva Pinto (Crónica Quotidiana), Mané Rodrigues (Assuntos Culturais), MJT Pimentel Teixeira (Prospecções), Paulo Jorge Martins (Fauna Grossa), Ulda Duarte (Linguística da Huíla), Valério Guerra (Poeta Residente).
marcadores

a nossa gente(492)

a nossa terra(540)

crónica(16)

cultura(424)

editoriais(25)

livros(46)

memórias(35)

o futuro é já hoje(378)

todas as tags

pesquisar neste blog
 
posts recentes

só entre nós...

Muhumbe

antigas, do Quipungo

alegria, entre missangas....

o Óscar Gil, em reportage...

Herdeiro

faces - 6

faces - 5

faces - 4

Por que tenho de explicar...

faces - 3

faces - 2

faces - 1

por Angola

Os primeiros tchicoronhos

atenção

Gunga

Muhimba

moinho boer na Humpata

deixando a Palanca...

Macópios

Tomates

Mumuíla

demarcando fronteira...

Huíla

Contos do Vissapa - 8

Tômbua

apregoando boas mangas...

há muito para contar...

Quimbo - Gambos

a antiga atracção pelas á...

Côr!

trabalhos...

numa pausa...

seguindo a picada...

Humbe

para refrescar...

ponte na Chibia

Missão de Omupanda (Cuanh...

Otchinjau

Maneco de Capangombe

lançamento de "Viagem à t...

de José Viana Leitão de B...

preservar...

Estação Zootécnica, c. 19...

curiosidades...

O camacove...

colorida...

missão

lançamento oficial no dia...

últimos comentários
Obrigado. Quem sabe ver repara, tudo está exposto....
Parabéns pelo blogue. Lindíssimo, a lembrar imagen...
Musico desasperado,por valta de patroçino.c...
a grendeso muito emesso pela com laboraç&a...
Fundada em 1911, por alemães...
peço desculpa mas afinal o Maneco que aqui é refer...
Boa tarde, muito obrigado pela sua resposta, eu vi...
Chamado "tchela" em umbundo e "kiela" em quimbundo...
E já agora, a história da fundação de Capangombe:h...
Já agora, leia algumas informações sobre familiare...
O seu bisavô foi uma personalidade importante na r...
boa noite o meu nome é fabio fernandes martins, bi...
Faz lembrar a Pedra da Gávea, no Rio de Janeiro...
Tomé António Erneto
preciso saber contacto missao de sangueve era tão ...
posts mais comentados
16 comentários
7 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
25
26

27
28
29
30
31


ligações
arquivos

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Abril 2006

Março 2006

Angola

Ver mapa maior
Visitantes de todo o mundo...
Locations of visitors to this page
blogue inscrito em
Add to Technorati Favorites Places Blogs - BlogCatalog Blog Directory
o nosso contacto:
munhozfrade@gmail.com
subscrever feeds
blogs SAPO