Intensa paixão, tristeza profunda, sagrada esperança...
Quarta-feira, 30 de Julho de 2008
a flor do imbondeiro

wilsonbentos Flôr de Baobá por wilsonbentos.

http://www.flickr.com/photos/wilsonbentos/472303412/

 

 


marcadores:

publicado por zé kahango às 14:48
link do post | comentar | favorito

combate ao flagelo

Benguela: Decorre Fórum Nacional de parceiros na luta contra malária

 

Benguela, 30/07 - O segundo fórum nacional de parceiros na luta contra a malária, que visa traçar estratégias para a redução da morbi-mortalidade em 60 por cento até 2012, decorre desde terça-feira, em Benguela.

O encontro é uma iniciativa do Ministério da Saúde, através do programa nacional de controlo da doença, e decorre sob o lema “Reforçando parcerias no controlo da malária”.

Os participantes vão tentar encontra formas que permitam as provinciais do país ter um mecanismo de coordenação e gestão, para uma cobertura de 80 por cento dos menores de cinco anos de idade e que os municípios em risco epidémico detectem e controlem a doença.

O evento, que visa ainda reflectir sobre o plano estratégico nacional para o controlo da malária em Angola (2008-2012), vai tratar de questões sobre "A evolução sócio-económica do país", "Os avanços na luta contra a malária", "Financiamentos dos Parceiros", "Oportunidade da sétima ronda do fundo global", bem como "Garantir a implementação eficaz do plano estratégico a todos os níveis do sistema de saúde".

Os participantes do encontro pretendem igualmente assegurar o diagnóstico precoce e o tratamento rápido e adequado dos casos, assim como implementar medidas preventivas, selectivas e duradouras, fornecendo elementos para o fortalecimento da capacidade estratégica e operacional do programa nacional.

Promover o desenvolvimento das capacidades das comunidades para um maior envolvimento, apropriação e responsabilização das mesmas, através de uma acção informativa e educativa que vise a mudança de comportamentos, são igualmente objectivos do fórum, que está a ser orientado pelo director do programa nacional de combate a malária, Filomeno Fortes.

O encontro conta com a participação de chefes de departamentos provinciais, supervisores nacionais e técnicos de saúde de todas as províncias do país.

A cerimonia de abertura contou com a presença do vice-ministro da Saúde, José Van-Dunem, o vice-governador para área económica e produtiva, Agostinho Felizardo, representantes de partidos políticos, Ong´s, igrejas e convidados.

 

(AngolaPress)



publicado por zé kahango às 14:47
link do post | comentar | favorito

lindo!...

Fault lines por Sam.Seyffert.

foto de Sam.Seyffert


marcadores:

publicado por zé kahango às 14:44
link do post | comentar | favorito

música

Júri de Música do Prémio Nacional de Cultura e Artes vai a Benguela

 

Luanda,29/07 – Os membros do Prémio Nacional de Cultura e Artes/2008 na disciplina da Música, Gaspar Neto e Filipe Mukenga, deslocar-se-ão, sexta-feira, (1 de Agosto) a Benguela, com fim de avaliar o movimento artístico nesta província.

Em declarações hoje à Angop, o também director da Escola Nacional de Música, Gaspar Neto, informou que durante três dias a equipa vai fazer trabalhos de pesquisa e encontros com os músicos benguelenses na tentativa de encontrar potenciais candidatos ao prémio.

Além disso, Gaspar Neto disse que irão igualmente procurar esclarecer, cada vez mais, a classe artística de Benguela os objectivos, regulamentos e critérios de avaliação deste prémio, que distingue a excelência criativa.

Dos vários critérios indicados pelo prémio para analisar as produções musicais, como trajectória artística, discos gravados e canções de sucesso e qualidade vocal, Gaspar Neto apontou que a composição do texto é um dos problemas a ter em conta na música angolana, já que há muitas canções produzidas e onde impera conteúdos obscenos.

“A música, além de recrear, tem a função de transmitir conhecimentos e valores para bem da sociedade, logo levar asneiras na produção musical não é de aceitar. Apesar disso, há realmente bons trabalhos a ter em conta nos músicos angolanos”, referiu.

Gaspar Neto mencionou que as editoras, produtoras de espectáculos e individualidades que tenham influência de destaque na dinâmica da produção musical, num período de Novembro de 2007 a Setembro de 2008, tem sido igualmente objecto de avaliação para o Prémio Nacional de Cultura e Artes/2008.

O director da Escola Nacional de Música informou que o júri tem já marcado, de 15 a 18 deste mês, a sua presença em Cabinda para avaliar igualmente a produção musical na província mais ao norte de Angola.

O Prémio Nacional de Cultura e Artes, avaliado em 35 mil dólares, é atribuído às obras das disciplinas das Artes Plásticas, Teatro, Literatura, Música, Investigação em Ciências Humanas e Sociais e Cinema e Audiovisuais.

Gaspar Neto substitui o músico Alberto Teta Lando, falecido no dia 14 de Julho, em França, na equipa de júri do Prémio Nacional de Cultura e Artes, na disciplina de música.

 

(AngolaPress)


marcadores:

publicado por zé kahango às 14:41
link do post | comentar | favorito

guelengues no deserto do Namibe

foto de Nate33 in http://www.flickr.com/photos/26277823@N00/2264726987/


marcadores:

publicado por zé kahango às 14:38
link do post | comentar | favorito

pintura

Namibe: Pintor Mário Tendinha vai expor sexta-feira

 

Namibe, 30/07 - Oratura dos Ogros e do Fantástico é o titulo da oitava exposição do pintor Mário Tendinha, que terá lugar na Estufa da cidade do Namibe, a partir de sexta-feira próxima, soube hoje à Angop.

O autor disse em conferência de imprensa, no auditório do arquivo histórico provincial, que a exposição visa saudar o dia da cidade do Namibe, a assinalar-se no próximo dia 4 de Agosto.

O título da exposição, segundo Mário Tenedinha, foi inspirado em contos tradicionais passados de geração a geração pelos Séculos e conservado por escritores e outros actores da cultura nacional.

De acordo com o pintor, "Ogro" significa "monstro", e no mundo imaginário dá a configuração de uma alta personalidade, um tirano, curandeiro, feiticeiro, que em alguns contos tradicionais são chamados "kazumbis".

O Ogro é de facto um "kazumbi", figura mítica condenada a viver longe e perto dos seus, com amor e o ódio de que só os génios são capazes. Ninguém consegue afugenta-lo porque ele seduz na proporção da sua fatalidade, explicou.

Segundo o expositor, os contos que ele retrata nos seus quadros fazem parte de um imaginário do povo angolano e com base naquilo que se diz de "quem conta um conto, aumenta um ponto".

 

(AngolaPress)


marcadores:

publicado por zé kahango às 14:36
link do post | comentar | favorito

carreiro de kissonde...

Kissonde por geraldinha_1.

foto de geraldinha_1 in http://www.flickr.com/photos/geraldinha_1/2414186705/


marcadores:

publicado por zé kahango às 11:23
link do post | comentar | favorito

produção artística...

Música angolana precisa de mais espaço


A falta de estúdios de gravação e de salas de espectáculo adequadas a exibição artística constituem um dos maiores empecilhos para o desenvolvimento qualitativo da música angolana. A constatação foi feita quinta-feira em Luanda, pelo músico Filipe Mukenga.
Como um dos integrantes do corpo de jurado do Prémio Nacional de Cultura e Artes, na disciplina de Música, Filipe Mukenga disse que é difícil, devido a ausência destes itens, avaliar um artista ou grupo pela aceitação e fruição pública da sua obra.
“Luanda é a única província que felizmente reúne algumas condições neste sentido, mas mesmo assim ainda regista a ausência de salas de espectáculo adequadas. Estamos a inventariar os potenciais candidatos ao Prémio Nacional de Cultura e Artes, analisando “in loco” o que as províncias têm produzido no campo da música e uma das grandes dificuldades é ver obras de qualidade, cuja apropriação pública não seja efémera”, disse.
Segundo Filipe Mukenga, a música angolana já deu saltos singificativos em termos de qualidade, como a de som. Porém, realçou que esta melhoria deve-se ao facto do trabalho de acabamento – captação e masterização – dos discos ser feito no estrangeiro. “Agora temos é de reunir condições para que eles sejam produzidos cá”, destacou.
Dentro desta ideia, o músico disse que não existem condições apropriadas para os músicos do interior despontarem, visto que, apesar do canto ter melhorado muito em termos harmónicos e da qualidade, ainda debatem-se com a problemática da escassez de salas de espectáculo e empresas de som e iluminação.
“É preciso também fazer com que o empresariado comece a interessar-se em massificar as produções artísticas, porque existem não só vantagens financeiras como também de conteúdo educativo e identitário”, aclarou.
Quanto aos conteúdos, o músico avançou que os artistas, particularmente os da nova vaga, continuam a não ter em atenção este aspecto. “A música é um veículo de transmissão de conhecimentos e cultura. Mas hoje vemos que ela não está a ser utilizada para fazer chegar mensagens educativas às pessoas”, explicou.
Para o músico, o déficit é provocado pela falta de formação académica. “Posso dizer que de princípio vimos bastante criatividade da parte dos músicos. Contudo há uma grande dificuldade em se divulgar publicamente o trabalho por eles produzidos. Isto faz com que as suas obras não sejam do conhecimento de todos. É um problema que temos de resolver”.
Em relação ao Prémio Nacional de Cultura e Arte, Filipe Mukenga disse que o júri desta categoria terá em atenção aspectos ligados à base da produtora musical, o contributo do músico a nível internacional, a afinação, clareza do timbre, a riqueza melódica dos seus trabalhos e o conteúdo das suas canções.

Excelência está na carreira

O escultor Massongui Afonso, um dos júri da disciplina de Artes Plásticas, frisou que a avaliação nesta categoria será baseada, particularmente, na carreira do artista, visto que ao ser estudada revela elementos indispensáveis sobre a repercussão social e cultural do criador e do seu trabalho.
“Vamos ver a maioria das produções feitas ao longo do ano. Investigaremos também as exposições já apresentadas e os criadores cujo trabalho se reflecte a nível nacional, como uma amostra da imagem do país”, destacou.
Segundo o artista, os criadores das outras províncias precisam ser educados que o Prémio Nacional de Cultura e Artes não é um concurso, onde o júri analisará um número de obras enviadas.
“Além da carreira, utilizaremos outros itens de avaliação, como o número e a qualidade das obras de cada artista. Mas não vamos descurar os novos talentos que com empenho e determinação têm sabido elevar as artes angolanas. Defendemos este princípio porque temos já alguns jovens criadores com uma carreira constituída”, disse.
De salientar que fazem parte do corpo de júri do Prémio Nacional de Cultura e Artes o escritor José Luís Miguel (Literatura), o investigador Samuel Aço e Vatomene Kukanda (Investigação em Ciências Humanas e Científicas), o crítico de artes plásticas Henrique Guerra e o escultor Massongui Afonso ( Artes plásticas).
Ainda se incluem na lista, na disciplina de Teatro, os teatristas Luísa Costa e Adelino Caracol; em Cinema e Audiovisuais, o cineasta Rui de Castro e o jornalista Pedro Ramalhoso; na Música, Filipe Mukenga, e em substituição do músico Teta Lando, falecido recentemente, o professor Gaspar Neto; e na Dança os coreógrafos Sakaneno João de Deus e Ana Clara Guerra Marques.
Os vencedores deste prémio nacional, avaliado em 35 mil dólares, para cada uma das especialidades referenciadas, serão homenageados publicamente por ocasião das comemorações do 11 de Novembro, Dia da Independência Nacional.
Na edição do Prémio Nacional de Cultura e Artes/2007 foram galardoados a escritora Paula Tavares (disciplina de Literatura) pela sua obra poética "Canta o sonho de mulheres feridas e humilhadas", para a Investigação em Ciências Humanas e Sociais, o prémio coube a António Fernandes da Costa, com "Roturas estruturais do português".
Em relação as Artes Plásticas foi atribuído, à título póstumo, ao escultor e pintor Rui de Matos, enquanto na categoria de Teatro foi premiado o grupo Horizonte Njinga Mbandi.
A equipa do programa da Televisão Pública de Angola "Conversas no Quintal" ficou com o troféu da categoria de Cinema e Audiovisual.O rei da música angolana, Elias dya Kimuezo, foi o contemplado com o prémio na vertente da Música.

ADRIANO DE MELO in Jornal de Angola


marcadores:

publicado por zé kahango às 11:17
link do post | comentar | favorito

o melhor...

Africa Day (May 25) por unroyal1984.

foto de unroyal1984 in http://www.flickr.com/photos/unroyal/2518045474/?addedcomment=1#comment72157606452169685


marcadores:

publicado por zé kahango às 11:11
link do post | comentar | favorito

habitações...

Huíla: Funcionários públicos beneficiam de residências a crédito

Lubango, 29/07 - Cerca de 20 milhões de dólares americanos de capital privado começam, a partir de Agosto, a ser aplicados na execução de um projecto de construção de um condomínio de média renda no Lubango, constituído por mais de 100 casas, destinadas a funcionários públicos da Huíla, soube hoje a Angop.

Em declarações à Angop, nesta cidade, o proprietário da firma "F.A Lumbamba", que executará o projecto, Francisco Lumbamba disse que o condomínio será erguido na zona da "Boa Viagem", parte sul da cidade do Lubango, num projecto financiado pelo Banco Espírito Santo de Angola (Besa).

O valor de cada residência, informou, é de 100 a 150 mil dólares americanos, ou seja, a de 200 metros quadrados custará 150 mil, a de 180 m2, 130 mil e a de 130 m2, USD 100 mil.

Acrescenctou que os beneficiários vão efectuar o pagamento das habitações em 15 anos, sendo que as negociações entre o Besa e a empresa F.A Lumbamba devem brevemente definir outros detalhes sobre os moldes de pagamento.

Francisco Lumbamba fez saber que a execução do projecto vai durar seis meses e envolverá mais de 200 operários, dos quais 158 de necionalidade chinesa.

Além das 150 residências, Francisco Lumbamba disse que o condomínio fechado terá um espaço de lazer, uma escola do I nível com 12 salas de aulas, recinto desportivo fechado e salão de festas.

Criada em 1994 no município do Kuvelai, província do Cunene, a firma F.A Lumbamba atende pelos ramos de construção civíl, hotelaria e turismo, transportes e comércio geral, tendo até agora empregado mais de 500 pessoas, na Huíla, Benguela, Luanda e Cunene, onde está representada.

 

(AngolaPress)



publicado por zé kahango às 11:08
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 28 de Julho de 2008
O Planalto desenhado...

 

publicado em http://jomagudu.googlepages.com/home


marcadores:

publicado por zé kahango às 23:21
link do post | comentar | favorito

do cimo do Planalto...

Blue sky! por o.blau.

foto de o.blau  in  http://www.flickr.com/photos/o-blau/2605088031/


marcadores:

publicado por zé kahango às 19:05
link do post | comentar | favorito

Voltarei

Voltarei:

porque há chão por desbravar

sementeiras por fazer

- assim ouses chamar;

 

porque há faces a cobrir

de aroma de morangos;

chão a regar para florir

meus braços, meus jangos.

 

Assim o queiras... e num piscar

por nuvens ou por aves

voarei o que há para te dar

 

e então, sem entraves

do sol o que sentir

deixarei de carpir!

 

 

VALÉRIO GUERRA


marcadores:

publicado por zé kahango às 19:01
link do post | comentar | favorito

Sra. do Monte

uma capelinha no meio do mato por coisasda_be.

foto de coisasda be ( http://www.flickr.com/photos/coisasda_be/238025021/ )

 

Saudades...

 

A rola, a minha rola, a rola eterna,

Voltou a dar

Um ar de sua graça:

- pôs-me a arrulhar

Uma canção materna,

Que o vento agarra e leva, quando passa...

 

E esse arrulhar plangente comovido

- A voz da soledade -

Soou ao meu ouvido

Como se fora um pranto de saudade...

 

Saudade das "mapundas" coloridas

E do perfume doce e penetrante

Da flor do "minhangolo"...

Saudade das picadas percorridas

À luz da Lua, que era a musa errante

Dos sonhos que eu trazia a tiracolo...

 

Saudades, ai! daquele único céu,

Tão amplo, tão azul,

Onde o Cruzeiro do Sul

Porque o perdi, se perdeu...

 

Onde, no fundo da noite

- Veludínea escuridão -

Reverberava o açoite

Sinuoso

Caprichoso,

Do "feroz" Escorpião...

 

Saudade dos batuques, das queimadas,

Das noites sensuais, enluaradas,

Dos místicos poentes...

 

Saudade dos "quissanges" e "txingufos",

Em cujas notas dolentes

Gemiam mágoas, arrufos...

 

Saudade das gazelas, no Deserto,

Abrindo a flor do seu leque

Em saltos graciosos, elegantes...

E donde os campeões de Santo Huberto,

Guiados por um "moleque",

Seguiam

E perseguiam

O rasto dos elefantes...

 

Mas já bem dentro da mata...

Onde a alegre, azougada "tchiriquata",

E toda a mais passarada

Rompiam a serenada

Das florestas tropicais...

 

Orquestra minha encantada,

Não te ouvirei nunca mais...!

 

Prodígio de graça e cor,

Ébria explosão de cânticos de amor...!

 

E a Chela, e a sua Princesa,

E a Fenda da Tundavala...!

E toda a etérea beleza,

E a sublime realeza

Que um tal cenário sempre infunde e exala...!

 

E a linfa pura da Fonte...

E a formosa Capelinha,

A meia encosta do Monte...

Senhora do Monte minha...!

 

...

 

Senhora do Monte minha

Que me embalaste, ao nascer,

Ai, quem me dera morrer

À sombra da Capelinha!

 

 

 

TOLSTOI NÓBREGA MOITA


marcadores:

publicado por zé kahango às 18:56
link do post | comentar | favorito

Lubango

Cidade, Minha Cidade

 

 

Eis o cerne

a água pura:

embora te inverne

quem tevê e jura

 

que és massambala

podre, corrompida...

serás minha embala

o rumo da minha vida!

 

Não importa quando

que em pensamento

vão meus dias ao vento

 

nem sequer se mando

no destino ou não

porque me és sedução!

 

 

VALÉRIO GUERRA


marcadores:

publicado por zé kahango às 18:50
link do post | comentar | favorito

Leba

long and widing road! por o.blau.

FOTO DE o.blau ( http://www.flickr.com/photos/o-blau/2464917716/ )


marcadores:

publicado por zé kahango às 18:44
link do post | comentar | favorito

Até Morrer

Das árvores

mupanda ou jacarandá

e dos rios

Mucúfi ou Tchimpupunhino

direi... direi... sei lá:

 

pintores do romantismo

telas infindas de frescura

ou simplesmente que sei

ser de lá a minha raiz

e as fontes de água pura;

 

e não direi por dizer

que das terras da Chela

por onde andar... até morrer

trarei o aroma na lapela

em milongo, a ervecer!

 

 

VALÉRIO GUERRA


marcadores:

publicado por zé kahango às 18:39
link do post | comentar | favorito

Serra da Chela

Paisagens - Angola por pedromoraiscardoso.

foto de Pedro Morais Cardoso in http://www.flickr.com/photos/pedromoraiscardoso/676867782/


marcadores:

publicado por zé kahango às 18:35
link do post | comentar | favorito

reflectindo...

foto de Tonspi


marcadores:

publicado por zé kahango às 18:33
link do post | comentar | favorito

Ao Dizer Mulher

Ao dizer mulher

nada cheira melhor

que a molhada terra

da minha terra

 

e, então quando

as nuvens em desmando

se abrem ao sol

e a humidade sobe mole

 

... malembe-lembe...

que me lembre

não há cheiro mais cativante

nem sedutor colo de amante

 

que aqueles vapores...

Ai de nós... sonhadores!

 

 

VALÉRIO GUERRA


marcadores:

publicado por zé kahango às 18:29
link do post | comentar | favorito

Família Himba

Himba family por Hennie Rautenbach.

FOTO DE Hennie Rautenbach in http://www.flickr.com/photos/hennie_rautenbach/256207254/


marcadores:

publicado por zé kahango às 18:27
link do post | comentar | favorito

um troar...

Um troar de palavras

um tumulto de ancas

uns arimbos - umas lavras

vejo um prato de funge

 

mais o vento aos rebolões

numa samacaca formosa

e os ngomas intrujões

na minha pele leitosa.

 

É que fico mesmo mesmo

tchiriquata dançarino

e por nuvens a esmo

dou por mim menino:

 

dou-me a cheirar o cheiro

que na carne se ferrou

daquele sonho verdadeiro

que em Mupanda se gerou!

 

 

VALÉRIO GUERRA


marcadores:

publicado por zé kahango às 18:21
link do post | comentar | favorito

Rainha

Rainha por Sam.Seyffert.

foto de Sam.Seyffert in http://www.flickr.com/photos/84269782@N00/2387324968/


marcadores:

publicado por zé kahango às 18:20
link do post | comentar | favorito

'ndele...

Ovi-huku Que Chora

 

 

De tanto repetir, tanto repetir

fico a pensar ser paranóia

o que quero que seja tipóia

ao amargo de existir

 

longe das pedras dos meus pés

das matas, das árvores meus braços

das aves e rios, meus pedaços

... do povo onde sou o invés

 

do que sou agora:

ave sem cauda; peixe sem mar;

deserto sem duna nem lugar;

ovi-huku... ondele que chora!

 

 

(Nota: ovi-huku, ondele - espírito, em kuvale e umbundo, respectivamente)

 

VALÉRIO GUERRA


marcadores:

publicado por zé kahango às 18:12
link do post | comentar | favorito

a pose...

Pose por unroyal1984.

foto de unroyal1984 in http://www.flickr.com/photos/unroyal/2572651657/


marcadores:

publicado por zé kahango às 18:10
link do post | comentar | favorito

mais escolas...

Benguela: Rise Internacional constrói escola no Bocoio

Bocoio, 28/07 – Uma escola primária com capacidade para albergar 560 alunos em dois turnos será construída a partir de Agosto próximo no bairro de Canjogue, arredores do município do Bocoio, a 102 quilómetros da cidade de Benguela, pela Organização Não Governamental americana Rise Internacional.

A construção da escola, cuja primeira pedra foi lançada neste domingo pelo administrador municipal do Bocoio, António Saraiva, no âmbito dos 50 anos de existência da vila assinalados a 27 do mês em curso, terá a duração de oito meses e comportará oito salas de aula e um bloco administrativo.

Durante o acto, António Saraiva esclareceu às comunidades a importância do estabelecimento escolar, bem como o trabalho do Governo angolano na reconstrução e desenvolvimento do país, tendo em conta a resolução de inúmeros problemas que a população enfrenta.

Esta é a primeira escola primária na localidade que será construída de raiz, visto que as crianças em idade escolar estudavam em catequeses.

 

(AngolaPress)



publicado por zé kahango às 18:09
link do post | comentar | favorito

árvore do Giraúl (Namibe)

Fantasma? por o.blau.

Foto de o.blau in http://www.flickr.com/photos/o-blau/2605928990/

 


marcadores:

publicado por zé kahango às 18:07
link do post | comentar | favorito

Equipa do blogue:
Editor e Redator: José "Kahango" Frade Coordenadora do Conselho Redatorial: Paula Duarte (A-Santa-Que-Me-Atura...) O Mui Ilustre Painel de Colaboradores: Dionísio Sousa (Cavaleiro dos Contos), "Funka" (Nobre Reporter Permanente), João "Neco" Mangericão (Moçâmedes), Jorge Sá Pinto (Assuntos Arqueológicos), José Silva Pinto (Crónica Quotidiana), Mané Rodrigues (Assuntos Culturais), MJT Pimentel Teixeira (Prospecções), Paulo Jorge Martins (Fauna Grossa), Ulda Duarte (Linguística da Huíla), Valério Guerra (Poeta Residente).
marcadores

a nossa gente(492)

a nossa terra(540)

crónica(16)

cultura(425)

editoriais(25)

livros(46)

memórias(36)

o futuro é já hoje(378)

todas as tags

pesquisar
 
posts recentes

Ovakwambundo - O povo do ...

só entre nós...

Muhumbe

antigas, do Quipungo

alegria, entre missangas....

o Óscar Gil, em reportage...

Herdeiro

faces - 6

faces - 5

faces - 4

Por que tenho de explicar...

faces - 3

faces - 2

faces - 1

por Angola

Os primeiros tchicoronhos

atenção

Gunga

Muhimba

moinho boer na Humpata

deixando a Palanca...

Macópios

Tomates

Mumuíla

demarcando fronteira...

Huíla

Contos do Vissapa - 8

Tômbua

apregoando boas mangas...

há muito para contar...

Quimbo - Gambos

a antiga atracção pelas á...

Côr!

trabalhos...

numa pausa...

seguindo a picada...

Humbe

para refrescar...

ponte na Chibia

Missão de Omupanda (Cuanh...

Otchinjau

Maneco de Capangombe

lançamento de "Viagem à t...

de José Viana Leitão de B...

preservar...

Estação Zootécnica, c. 19...

curiosidades...

O camacove...

colorida...

missão

últimos comentários
SAPS prezados canhotos Esperado boa disposição de ...
Bem, Francisco Cubila, a notícia que comenta já te...
A Junta Regional de Luanda, não é representante do...
Sou um jovem formado e com experiência de trabalho...
olá, cursei Antropologia(faculldade de ciênçias so...
Obrigado.
A nossa terra é sempre inesquecível.Gostei do poem...
De facto vive na Baía dos Tigres nas décadas 1960 ...
Obrigado más não tinha o que eu queria saber
Olá Lurdes, sou angolana e estou a aprender Língua...
Boa Tarde , meu nome e Agnes e eu estou a fazer um...
Boa tarde Hilario,preciso muito falar com você,por...
No pais como este, tudo cidadaõ pretende estudar e...
No pais como este, tudo cidadaõ pretende estudar e...
ola pessoal! eu cheguei foi agosto no angola mas e...
posts mais comentados
21 comentários
7 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
Setembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


ligações
arquivos

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Abril 2006

Março 2006

Angola

Ver mapa maior
Visitantes de todo o mundo...
Locations of visitors to this page
blogue inscrito em
Add to Technorati Favorites Places Blogs - BlogCatalog Blog Directory
o nosso contacto:
munhozfrade@gmail.com
subscrever feeds
blogs SAPO